Capa da Publicação

10 Coisas que não podem faltar no remake em live-action de O Rei Leão!

Por Guilherme Souza

Ao longo dos últimos anos, a Disney se tornou extremamente bem-sucedida ao lançar remakes em live-action de suas animações clássicas, mas um dos mais aguardados, sempre foi o remake de O Rei Leão.

Em 2019, finalmente poderemos ver ele acontecendo, mas existem alguns elementos da animação original que os fãs não abrem mão, por isso, resolvemos listar algumas coisas que são obrigatórias no remake, bem como algumas sugestões para melhorar o material original e inovar.

Imagem de capa do item

Scar debochado

Um dos pontos mais divertidos da animação original, era a personalidade de Scar, que na versão original, era interpretado por Jeremy Irons.

Scar sempre foi a escória da família real e era visto como a “ovelha negra”, com isso, ele usava de sarcasmo como mecanismo de defesa, o que rendia sacadas geniais ao longo da animação. Seria interessante se o remake em live-action pudesse implementar mais desse lado de Scar e gerasse mais bordões épicos para ele.

Imagem de capa do item

Hienas fazendo piadas

Na animação original, Shenzi, a líder do trio de hienas, era interpretada por Whoopi Goldberg, com isso, por mais que a personagem fosse uma vilã, a atriz conseguia implementar um pouco de seu lado cômico nela, gerando algumas falas bem divertidas.

Assim com Shenzi, seus companheiros Ed e Banzai também viviam fazendo bobagens que faziam com que eles entrassem em uma divertida crise de riso. Seria ótimo ter esse alívio cômico por parte dos vilões novamente e ver eles rindo de si mesmos, afinal, são hienas.

Imagem de capa do item

“O que eu quero mais é ser rei” bem colorida

Já foi confirmado que a canção “O Que eu quero mais é ser rei” estará no filme, o que deixou muitos fãs aliviados, mas considerando que a proposta de um filme em live-action é ser mais realista do que a animação, será que a canção será encenada de forma fiel?

O momento é um dos mais memoráveis e divertidos do filme original, onde podemos ver simba e Nala dançando e cantando em meio aos demais animais africanos, bem como a mudança no cenário para remeter aos figurinos tribais. Tomara que deixem a nova versão o mais fiel possível ao material original.

Imagem de capa do item

Simba comendo insetos

Quando Simba é exilado das Terras do Orgulho por ter supostamente matado seu pai, o garoto acaba indo parar em um Oasis e ficando sob os cuidados de Timão e Pumba.

Acontece que os novos tutores de Simba eram animais insetívoros, o que significa que eles comiam insetos, com isso, Simba teve de adotar novos hábitos alimentares. Considerando que a primeira vez que simba experimenta insetos é um momento bem divertido da animação, seria interessante vermos isso em live-action.

Imagem de capa do item

Terras do Orgulho sob o domínio de Scar

Depois que Mufasa morre e Simba foge, as Terras do Orgulho ficam sob os cuidados de Scar, mas o vilão traz as hienas para viverem junto às leoas, o que causa um desequilíbrio na cadeia alimentar do local, fazendo com que todos comecem a passar fome.

No remake em live-action, seria ótimo vermos mais dessa transição de poderes e dos efeitos na natureza, já que isso é apenas pincelado pela animação original.

Imagem de capa do item

Timão dançando hula

Um dos momentos mais divertidos do longa, é quando Simba retorna para as Terras do Orgulho para enfrentar Scar e retomar seu trono.

Com a ajuda de Nala, Timão e Pumba, Simba precisa de um plano para distrair as hienas e chegar até seu tio. Sendo assim, Timão e Pumba acabam sendo usados como isca, gerando um dos momentos mais divertidos da animação. Seria uma pena se o remake não contasse com Timão dançando hula.

Imagem de capa do item

Uma luta eletrizante e sombria entre Simba e Scar

Um dos momentos mais emocionantes de O Rei Leão é quando Simba finalmente confronta Scar pelo trono das Terras do Orgulho.

Na animação, a luta entre os dois é mais suavizada, mas com os recursos do filme em live-action, o diretor Jon Fraveau pode fazer uma batalha mais intensa entre dois, bem como mostrar as leoas se rebelando contra as hienas.

Imagem de capa do item

Um gancho para Kiara

No final de O Rei Leão, vemos o ciclo sem fim se reiniciando através de Kiara, filha Simba e Nala que viria a ser a protagonista do segundo filme da franquia.

Kiara acaba se apaixonando por Kovu, filho de Scar, gerando um grande obstáculo para Simba, que precisa aceitar que seu maior inimigo poderia gerar um aliado. Seria interessante se o filme em live-action deixasse um gancho para a adaptação da história de Kiara e Kovu.

Imagem de capa do item

Zazu prisioneiro

Quando Scar assumiu o domínio das Terras do Orgulho, uma das primeiras mudanças de seu governo foi tornar Zazu um prisioneiro. Zazu era mordomo de Mufasa e um grande aliado da família real.

Seria interessante vermos o pássaro cometendo um ato de traição para se tornar um prisioneiro. Além disso, as cenas em que Zazu começa a cantar na gaiola e a que ele é resgatado por Timão e Pumba são épicos.

Imagem de capa do item

Um elemento novo

Por mais que a gente queira ver uma recriação o mais fiel possível à animação original, seria interessante vermos algumas coisas inéditas e que fizessem acréscimos positivos para história.

Considerando que um gancho para Kiara pode ser apresentado, poderíamos ver uma aparição de Zira, mãe de Kovu, que se torna uma aliada de Scar e acaba se apaixonando por ele, ou até mesmo um personagem inédito que aparece na vida de Simba durante sua estadia no Oasis.

Imagem de perfil
Guilherme Souza

Outra grande manchete: 'Água, molhada!'