Capa da Publicação

10 coisas que não podem faltar em Os Incríveis 2!

Por Gus Fiaux
Imagem de capa do item

Dinâmica familiar

Os Incríveis não é considerado "o melhor filme do Quarteto Fantástico" à toa. Lançado em 2004, sob a direção de Brad Bird, o filme lida com uma família de super-heróis, dando ênfase no que é necessário para conciliar os dois lados dessa moeda.

Uma continuação precisa trazer esse aspecto junto com o amadurecimento de seus membros. Temos que lembrar que Violeta, Flecha e Zezé cresceram, e que seus pais podem estar se aposentando. Isso traria espaço para uma trama de uma família crescendo aos poucos, ou quem sabe, o filme poderia começar com todos eles separados, por diversos motivos, se unindo para enfrentar algo e redescobrindo a importância dos laços familiares.

Imagem de capa do item

Invisível nunca mais

Mesmo que o filme se passe apenas alguns anos após os acontecimentos do primeiro, a Violeta será uma personagem tendo de lidar com crescimento de formas muito diferentes dos seus irmãos. Seja na faculdade ou já tendo sua própria família e filhos, a heroína terá que lidar com o amadurecimento pessoal e as consequências que isso trazem para sua família.

Certamente, ela estará longe de ser a menina introvertida e silenciosa que conhecemos no primeiro filme, e isso pode contar para que seja mostrado o quanto ela cresceu e se tornou diferente em todos esses anos.

Imagem de capa do item

Correndo para o futuro

Um dos personagens mais marcantes do primeiro filme é o rebelde e veloz Flecha. Sua personalidade arisca e seus poderes fazem dele alguém sempre um passo a frente de tudo, sem medo de se arriscar e partir para grandes aventuras. O menino é destemido e sabe que não tem o que perder.

Contudo, isso poderia ser subvertido em uma continuação. No segundo filme, com o início ou o decorrer de sua maturidade, ele pode começar a sentir e demonstrar mais vulnerabilidade.

Imagem de capa do item

O crescimento do bebê Zezé

Zezé foi um dos heróis mais surpreendentes do primeiro filme. Inicialmente um bebê normal, que logo demonstra poderes bem inesperados em uma situação de emergência. Até onde sabemos, ele pode vir a ser o mais poderoso membro dos Incríveis.

Dependendo da passagem de tempo, Zezé já pode ser um adolescente, e isso pode fazer com que ele se mostre ainda mais poderoso. Porém, como a personalidade dele irá se ajustar aos seus poderes? Será que ele será rebelde e tentará se afastar de sua família?

Imagem de capa do item

Família-Gelado

Os Incríveis foram muito bem desenvolvidos. E além deles, pudemos contar com a participação do Gelado, o amigo de Beto com poderes... eh, o nome diz tudo, não é mesmo?

Seria muito legal ver mais do personagem e sua relação familiar, afinal, do pouco que conhecemos de sua casa, foi apenas através de uma discussão com sua namorada/esposa.

Imagem de capa do item

O passado da Mulher-Elástica

O primeiro filme foi uma grande introdução à vida de Beto Pêra. Sua esposa, no entanto, teve um grande papel... e nós definitivamente queremos mais!

Uma coisa muito interessante seria reviver um pouco de seu passado antes de se tornar mulher de Beto ou até mesmo antes da carreira de super-heroína. A grande trama do filme poderia muito bem circular ao redor dela, uma vez que, apesar do foco do primeiro ser no Beto, é ela que é a personagem principal.

Imagem de capa do item

O retorno heroico

Foi definido que, antes do acidente envolvendo Beto e outros super-heróis, a Terra era constantemente protegida por super-seres dispostos a fazer o bem. E afinal de contas, com os Incríveis e o Gelado enfrentando um robô no meio de uma cidade movimentada, por que não liberar mais uma vez os heróis para que possam agir livremente?

Essa nova abertura poderia nos mostrar novos e inesperados heróis, ao mesmo tempo que faria aumentar a quantidade de vilões. Quem sabe, os vilões da continuação podem até mesmo ser heróis rivais?

Imagem de capa do item

Reinvenção

Os Incríveis é um filme sobre mudança. É um filme familiar onde aprendemos o conceito de se adaptar às regras de uma família. Sua continuação deve continuar mostrando essa adaptação.

Como os filhos eram muito novos no primeiro filme, é possível que durante todo esse tempo eles tenham desenvolvido novos poderes, e isso seria algo interessante de se mostrar. Além disso, o filme deve no mínimo retratar uma passagem de manto entre as gerações.

Imagem de capa do item

Novos uniformes

Longe de mim dizer que os uniformes do primeiro filme são feios ou desinteressantes. Contudo, aproveitando-se da lógica dos grandes filmes de super-heróis, a Pixar pode criar novos uniformes para os personagens da equipe.

Eles podem funcionar tanto em uma unidade, relembrando que todos são membros da mesma família, ou adaptados para a personalidade de cada um dos heróis, de modo a dar vazão estética ao que cada personagem representa. E se temos novos uniformes, claro que não pode faltar...

Imagem de capa do item

Edna Moda

Edna é possivelmente o personagem mais relembrado do primeiro filme, gerando memes e ótimas piadas na internet. Queremos ver mais do que a pequena estilista tem a oferecer em uma continuação.

No segundo filme, poderíamos conhecer mais dela e de sua companhia de fabricação de uniformes, com mais cenas icônicas e mais testes de roupa.

Imagem de perfil
Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Demon to some... angel to others (ele/dele) || @gus_fiaux