10 casais muito errados dos quadrinhos!

Capa da Publicação

10 casais muito errados dos quadrinhos!

Por Márcio Jangarélli

Tema enviado pelo leitor correia_rafa.

Imagem de capa do item

Coringa e Arlequina

É muito desconfortável ver como romantizam o relacionamento entre o Coringa e a Arlequina, visto que não tem muito romance na coisa.

Um relacionamento mais que abusivo, praticamente uma síndrome de Estocolmo, regado à violência física e mental. Não é exemplo e não é amor, é uma obsessão doentia, por mais que os personagens sejam ótimos.

Imagem de capa do item

Visão e Wanda

A Feiticeira Escarlate não tem um histórico muito bom de relacionamentos. Seu principal par amoroso, o Visão, foi criado como uma forma de “representatividade” de casais interaciais nos quadrinhos, mas não é preciso lembrar ninguém que plástico vermelho não é etnia, não é?

Além disso, o romance entre eles foi criado por Immortus, que utilizou o relacionamento para criar os gêmeos Billy e Tommy, utilizando-se das habilidades de Feiticeira Escarlate para aprisionar parte da alma de Mephisto.

Também tem o fato de que, quando juntos, os dois não funcionavam mesmo. Afinal, é praticamente impossível contar todas as vezes em que o Visão teve uma crise de consciência e saiu para encontrar a si mesmo, largando Wanda por ai.

Imagem de capa do item

Wanda e Pietro (Ultimate)

E como se o Visão não fosse ruim o suficiente, na versão Ultimate do universo Marvel temos a uma das versões mais bizarra de casais nos quadrinhos, com Wanda e Pietro apaixonados.

Não precisa falar muita coisa, né? Lembrando que Wolverine assistiu a um dos pegas dos dois, o que deixa a coisa mais estranha ainda, já que existe a possibilidade de que ele seja pai dos dois mutantes no universo Ultimate!

Imagem de capa do item

Monstro do Pântano e Abigail

Falando em bizarrice, damos um passo além quando Alan Moore escreve sobre o casal Monstro do Pântano e Abigail. Tem até “cenas intimas” dos dois na revista, em um momento pra lá de psicodélico.

Imagem de capa do item

Magneto e Vampira

De onde veio? Para onde foi? Como isso aconteceu?

Estas são perguntas que nem o Globo Repórter saberia responder, mas o casal simplesmente surgiu nos quadrinhos após a Vampira passar a conseguir controlar seus poderes e sumiu tão rapidamente quanto começou.

Imagem de capa do item

Hank Pym e Vespa (Ultimate)

Hank Pym e Janet já tiveram seus problemas no universo normal 616, mas quando se fala do Ultimate, a coisa passa do absurdo. O relacionamento dos dois beira Coringa e Arlequina na violência, com Hank espancando a Vespa e comandando suas formigas para atacar a moça. Ai, universo Ultimate...

Imagem de capa do item

Arqueiro Verde e Canário Negro

Pode parecer meio estranho esse casal por aqui, mas os dois estão longe de ser o melhor exemplo de romance nos Novos 52.

Oliver e Dinah sempre foram conturbados, em meio a lutar, separações, traições, principalmente por parte do Arqueiro. Quem vê os dois apenas no romance trágico de Injustice, não tem muita noção do que são os dois nos quadrinhos.

Imagem de capa do item

Ciclope e Madelyne Pryor

Não importa se você é a favor de Scott Summers com Jean Grey ou Emma Frost; Madelyne e Scott não tem como defender.

Após sua esposa ter morrido e se sacrificado para salvar a humanidade, qual a primeira coisa que Scott faz? Se casar com um clone dela, sem achar absolutamente nada estranho que ela seja uma réplica exata da falecida.

Isso sem contar que, ao descobrir que Jean havia retornado dos mortos, ele simplesmente abandona sua esposa e filho para encontrar seu amor de juventude.

Imagem de capa do item

Deadpool e a Morte

Deadpool. queridinho do público, sem dúvidas tem as parceiras mais estranhas dos quadrinhos. Entre elas, o mercenário praticamente imortal, desenvolve um relacionamento com a Lady Morte, personificação do fim da vida nos quadrinhos.

Ela fica fascinada pelo fato de Wade não conseguir morrer e ele, bom, é o Deadpool e, em uma das sagas, promete morrer para os dois ficarem juntos pra sempre. Só abrindo aspas aqui pra Lady Morte pegando o Thanos, maravilhosa, de chanelzinho loiro.

Imagem de capa do item

Sandman e Nada

Quem leu a saga do Senhor dos Sonhos de Neil Gailman sabe que o Sonho não é uma pessoa muito fácil em seus relacionamentos. Um dia, ele se apaixona por Nada, uma antiga Rainha Africana, e tenta, de todas as formas, ficar com ela.

O final do romance fica para quando Nada não aceita ir com Morfeu para a Terra dos Sonhos e se mata, para tentar prevenir uma catástrofe. Irritado pela recusa, Sonho condena Nada a milênios trancada e sendo torturada no Inferno. Sandman não é um cara legal para namorar.

Imagem de perfil
Márcio Jangarélli

Assessor, redator e jornalista. Madonna de Jakku.