Capa da Publicação

Zara Phythian, atriz de Doutor Estranho, é condenada por abuso infantil

Por Leo Gravena

Após ser acusada de abusar de uma criança de 13 anos, a atriz e dublê Zara Phythian foi condenada junto de seu marido, Victor Marke, por abuso sexual infantil. A atriz apareceu em Doutor Estranho, o primeiro filme do herói da Marvel lançado em 2016, como uma das capangas do vilão Kaecilius, porém é mais conhecida por seu trabalho como dublê em várias obras de ação e ficção.

Phythian, de 37 anos, foi declarada culpada em 14 ofensas sexuais contra uma jovem pela corte de Nottingham Crown, enquanto seu marido, de 59 anos, foi declarado culpado de 18 ofensas sexuais. Além disso, ele também abusou sexualmente de outra garota sozinho.

Victor Marke admitiu que teve atividades sexuais com uma das garotas, porém disse que acreditava que ela tinha 18 anos na época. Sozinho, ele abusou de uma garota de 15 anos entre 2002 e 2003, enquanto entre 2005 e 2008 ele abusou, junto de Phythian, de uma garota entre 13 a 15 anos.

Zara Phythian e seu marido Victor Marke

As duas garotas, que agora são adultas, denunciaram o abuso para a polícia muitos anos depois deles terem acontecidos, mas ainda assim conseguiram justiça pelo que aconteceu. A Crown Prosecution Service (Agência de Acusação da Coroa, em tradução-livre) fez uma declaração dizendo:

“Este abuso pode ter ocorrido alguns anos atrás, mas isso não torna ele menos sério e não é uma barreira para a justiça. Encorajamos a qualquer um que sofreu abusos no passado a denunciar o ocorrido que iremos levar seu caso a sério”.

O casal se abraçou conforme o juiz discutia quando eles receberiam a sentença e Marke foi ouvido chorando. Antes de serem condenados, eles estavam livres sob fiança, mas o Juiz do caso definiu que eles ficariam em custódia até uma sentença ser definida em 16 de maio.

Imagem de perfil
sobre o autor Leo Gravena

Editor | @LeoGravena
Escrevo sobre cultura geek na internet desde 2012
"Don't look back -- the past is exactly where it belongs."