Homem-Aranha: Tom Holland fala sobre como é deixar o “Garoto-Aranha” para trás

Capa da Publicação

Homem-Aranha: Tom Holland fala sobre como é deixar o “Garoto-Aranha” para trás

Por Junno Sena

Com as cenas finais de Homem-Aranha: Sem Volta para Casa, a Sony Pictures recebe em sua casa um Homem-Aranha maduro, prometendo um futuro retorno com problemas de aluguel, trabalho, faculdade e os boletos que não se pagam sozinhos. E, em uma recente entrevista feita no Japão, Tom Holland falou um pouco mais sobre ter deixado para trás adolescente do herói.

Para colocar Peter Parker nesse ponto, o novo filme do Cabeça de Teia focou no encontro com as antigas versões do herói e de vilões clássicos, fazendo com que ele aprendesse com os erros de outras realidades, mas, sempre lembrando, que o Peter de Tom Holland terá seus próprios erros para cometer.

“A franquia tem sido sobre ser o Garoto-Aranha e, esse filme, foi sobre se tornar o Homem-Aranha. Sobre ele crescer, fazer suas próprias escolhas e se posicionar como um Vingador. E é muito legal ver como encaixa o ‘eu’ do passado em Homem-Aranha: De Volta ao Lar e o meu ‘eu’ de agora com o Peter Parker de Homem-Aranha: Sem Volta para Casa”, explicou o ator.

Tom Holland como Peter Parker

Se tornando o fim da primeira trilogia do Homem-Aranha para a Marvel Studios, Tom Holland contou sobre como foi bom colocar um ponto final nas tramas colegiais e no aspecto “garoto” que havia sido construído desde sua inserção em Guerra Civil.

“Esse filme é sobre ele colocar sapatos maiores e se tornar um adulto e, finalmente, ser o Homem-Aranha”.

Mas, mesmo que o futuro do Homem-Aranha pareça óbvio, sua nova fase ainda está enevoada. De acordo com anúncios recentes dos produtores da Sony, a nova trilogia com Holland já está sendo planejada, mas nenhum detalhe foi dado sobre o que será dela. Para Amy Pascal, porém, o sacrifício final de Peter em Sem Volta para Casa é mais do que o suficiente para se “elaborar o próximo filme”.

Homem-Aranha: Sem Volta para Casa está disponível nos cinemas.

Continue lendo:

Imagem de perfil
sobre o autor Junno Sena

Pós graduando em Antropologia com o raio problematizador ligado no 120. Assiste filme trash para relaxar e dorme cantarolando a trilha sonora de A Hora do Pesadelo. Blaxploitation na veia e cinema coreano no coração. Atualmente mora em Petrópolis, RJ.