WandaVision: Kevin Feige explica o motivo para o projeto não ser um filme do MCU

Capa da Publicação

WandaVision: Kevin Feige explica o motivo para o projeto não ser um filme do MCU

Por Melissa de Viveiros

WandaVision trouxe o retorno do MCU com a estreia de seus dois primeiros episódios na última sexta-feira. A série foi extremamente bem recebida, e diversas teorias sobre a realidade por trás do universo baseado em sitcoms a que fomos apresentados já começaram a surgir. Em uma entrevista à Variety, Kevin Feige comentou a decisão de fazer WandaVision para a televisão e não para os cinemas, mesmo depois do sucesso estabelecido pela franquia que já conta com 23 filmes.

A ideia de expandir o MCU para além das telonas começou em 2018, quando Bob Iger, na época CEO da Disney, trouxe a Feige a ideia de desenvolver o MCU ainda mais através do Disney+. Na entrevista, Feige discute porque a televisão é importante para ele, e os motivos pelos quais ele decidiu fazer WandaVision (ComicBook):

“Wanda e Visão são grandes personagens dos quadrinhos de quem apenas arranhamos a superfície nos filmes, interpretados por atores que são tão espetaculares, e nós só arranhamos a superfície do que eles podem fazer. Colocar o holofote nesses atores interpretando esses personagens foi o primeiro motivo para querer fazer WandaVision. A maneira como fizemos é, em grande parte, porque eu passava tempo demais assistindo TV quando era criança e assistindo episódios repetidos de muitas sitcoms. E quando Nick at Nite surgiu, eu sou velho o suficiente para lembrar quando Nick at Nite era uma coisa nova e única… Eu assisti muito disso e me tornei psicologicamente ligado a muitos desses personagens fictícios da TV.”

Kevin Feige

Feige fala um pouco mais sobre seu carinho por séries de televisão, e a maneira como isso o influenciou, e por fim acabou influenciando também a decisão de como expandir o universo da Marvel Studios:

“O que me confortava após a escola e tarde da noite eram esses programas de televisão. Foi um aspecto da minha juventude que meio que me tornou, para melhor ou para pior, na pessoa que sou hoje. Nunca fomos capazes de utilizar isso. Meu amor por todos os tipos de filmes e gêneros de filmes com certeza foi colocado em todos os 23 filmes que vocês viram que já fizemos na Marvel Studios, mas esse aspecto do meu passado, nós não conseguimos nem considerar ser capazes de fazer algo com isso.”

Por fim, Feige comentou a influência da história da Marvel nos quadrinhos, Visão, que apresenta o personagem como chefe de uma família de andróides morando no subúrbio e tentando se encaixar:

“Visão foi o que me levou a dizer, ‘Vamos juntar essas duas coisas,’ e fazer o que é agora nossa primeira série do Disney+ de uma maneira que simplesmente não podia ser um filme. Não é só um longo filme no Disney+. Nós faremos séries que serão assim, mas para o que é agora nossa primeira, foi ótimo fazer algo que só poderia ser feito para televisão.”

O terceiro episódio WandaVision será lançado exclusivamente no Disney+, nesta sexta-feita, dia 22.

Você concorda com a afirmação de que WandaVision não poderia ser feita para os cinemas? Não deixe de comentar!

Confira também todos os easter eggs encontrados nos primeiros dois episódios da série:

Imagem de perfil
sobre o autor Melissa de Viveiros

Graduanda em Letras na UFMG. || Mais obcecada pela lore de WoW do que é saudável. || @windrunning_