Capa da Publicação

Bob Iger, ex-CEO da Disney, ficou chocado com o processo de Scarlett Johansson, diz site

Por Gus Fiaux

Nos últimos dias, nada tem abalado mais o mundo do entretenimento que o processo movido por Scarlett Johansson contra a Disney, por conta do lançamento híbrido de Viúva Negra nos cinemas e no Disney+. A defesa da atriz alega que ela perdeu parte dos lucros que ela teria ganhado como participação na bilheteria, além dela estar sendo usada para promover o Disney+ sem ganhar um centavo por isso.

Farpas foram trocadas por parte do estúdio, que acusou a atriz de ser “insensível” com a pandemia, mas agora, um novo artigo jornalístico escrito por Sharon Waxman para o TheWrap pode ter mostrado como o processo abalou as estruturas da Disney, especialmente no que diz respeito ao ex-CEO da empresa, Bob Iger. No artigo, ela diz que ele teria ficado “mortificado” com o processo de Scarlett Johansson.

Além disso, Sharon diz ter falado com vários executivos que conhecem bem a Disney e disse que descobriu um fato peculiar: Bob Iger teria “deixado” Bob Chapek, o atual presidente do estúdio, “dar um tiro no próprio pé” por não participar das negociações com a atriz para que pudessem, juntos, definir uma solução mais pacífica do que o processo:

“Eu falei com meia dúzia de executivos familiares com a Disney e a cultura interna do estúdio. Parece que [Bob] Iger ou deixou intencionalmente que [Bob] Chapek desse um tiro no pé com a Scarlett Johansson ao se recusar a participar das negociações para uma alternativa ao processo, ou ele esta tão desconectado de seu sucessor que ele não estava pronto para dar as caras, como normalmente estaria.”

No próprio artigo, Sharon diz que Zenia Much, a chefe de comunicações da Disney, teria negado veementemente essas alegações.

Novo artigo do TheWrap indica tensão entre Bob Iger e Bob Chapek.

Pelo visto, o processo de Scarlett Johansson ainda terá muitas ramificações para o estúdio – ainda mais agora que outras atrizes também estão pensando em fazer o mesmo (como Emma Stone por Cruella Emily Blunt por Jungle Cruise, ambos planejados originalmente para os cinemas mas lançados no Disney+, o que diminuiu o valor das bilheterias e, consequentemente, os lucros das atrizes). Resta saber se a Justiça americana será favorável a elas ou ao estúdio.

Viúva Negra está em cartaz nos cinemas.

Abaixo, relembre a trajetória da Viúva Negra no Universo Cinematográfico da Marvel:

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux