Capa da Publicação

Round 6: Legendas da Netflix estão causando controvérsias na tradução

Por Gus Fiaux

Round 6 é o mais novo sucesso absoluto da Netflix. A série está ganhando uma baita repercussão mundial e já está quebrando recordes para a plataforma de streaming. Na trama, seguimos um grupo de pessoas que é convocada por uma organização misteriosa para participar de uma série de jogos infantis letais. Contudo, um problema grave nas legendas da série pode estar alterando todo o sentido da narrativa.

Recentemente, a comediante Youngmi Mayer, que é fluente em coreano, explicou como as legendas americanas da série estão perdendo toda a nuance dos diálogos originais, deturpando a presença de alguns personagens e até dando novos sentidos para a narrativa. Por exemplo, existe um diálogo da personagem Han Mi-nyeo no sexto episódio, no qual ela diz: “Eu sou esperta, mas nunca tive a chance de estudar”.

Contudo, a legenda americana substituiu esse diálogo por: “Eu não sou um gênio, mas sei me virar”. Pode até parecer uma pequena alteração, mas quando pensamos na sutileza da história – especialmente levando em conta que Round 6 é sobre luta de classes e a brutalidade contra pessoas pobres transformada em entretenimento -, as coisas mudam completamente de figura.

Round 6, um dos maiores sucessos da Netflix no momento.

Outro exemplo levantado por Youngmi Mayer no sexto episódio se dá quando Seong Gi-hun e Oh Il-nam falam sobre o que é gganbu. O idoso explica: “é um bom amigo. Alguém em quem você confia. Você compartilha coisas com ele, sabe?” – ao menos, é isso que diz a legenda americana. Contudo, na versão original, Youngmi explica que a frase original diz que “os dois não têm um sentimento de posse com o outro”, e não a ideia de que compartilham tudo.

Isso acaba deixando de lado um dos pontos centrais do episódio, pela falta da sutileza no diálogo. Porém, o Games Radar conseguiu identificar a origem do problema. Nos Estados Unidos, há duas opções de legenda para a série. Temos EnglishEnglish [CC]. A legenda “normal” em inglês é adaptada diretamente das legendas coreanas, e portanto é mais fiel ao sentido original – ainda que uma coisa ou outra se perca na tradução.

Já a legenda “English [CC]” é feita como um recurso de acessibilidade para espectadores surdos. Ela é baseada, por sua vez, na dublagem americana da série, em vez das legendas coreanas. Isso faz com que as duas tenham sentidos completamente diferentes e mudem muitos elementos da produção como um todo. Por enquanto, não há relatos de problemas parecidos na legenda brasileira.

Round 6 está disponível na Netflix.

Abaixo, veja todos os desafios de Round 6, ranqueados:

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux