Kevin Feige revela origem do nome Universo Cinematográfico da Marvel

Capa da Publicação

Kevin Feige revela origem do nome Universo Cinematográfico da Marvel

Por Melissa de Viveiros

Universo Cinematográfico da Marvel teve início há mais de 10 anos, com o lançamento de Homem de Ferro em 2008. Desde então, a franquia se expandiu como nenhuma outra nos cinemas, contando com mais de 20 produções interligadas. Recentemente, um livro com a história dos bastidores do MCU foi divulgado, e desde então, os fãs puderam descobrir ainda mais sobre este universo. Uma dessas revelações veio do próprio Kevin Feige, que explicou a origem do nome do MCU, e o motivo para sua criação (via ComicBook).

O capítulo em que a informação foi divulgada afirma que “a origem da frase [Universo Cinematográfico da Marvel] – e a intenção por trás dela – podem surpreender a maioria dos fãs”. Na realidade, a motivação foi bem simples, com o termo sendo criado “apenas para se distinguir da continuidade na Marvel Comics”. Feige explica melhor, contando:

“Eu queria que as pessoas entendessem que essa era uma coisa única que estávamos fazendo. Esses eram filmes individuais com suas próprias franquias, e eles estavam sob o guarda-chuva de uma continuidade compartilhada, algo que não havia sido feito antes.”

Homem de Ferro (2008) é considerado início do Universo Cinematográfico Marvel, embora aparição de Tony Stark em cena pós-crédito de O Incrível Hulk tenha sido primeira confirmação de conexão entre os filmes.

O livro também fala um pouco mais sobre o papel de Feige, discutindo seu envolvimento no MCU. Falando sobre o que o mantém envolvido e empolgado com a franquia, o produtor afirma estar “tão empolgado agora quanto no primeiro dia”. Os autores do livro, por sua vez, afirmam que “Feige é primeiramente um fã”.

O próprio produtor também se caracteriza assim, dizendo:

“Eu amo comprar produtos de franquias, mas a única razão pela qual você iria querer fazer isso é se a série ou o filme é tão poderoso e você se conectou com ele tanto que você quer expandir a experiência… e toda vez que nós seguimos nossos instintos, o público veio conosco,” Ele explica. “Também é um testamento aos oitenta anos de publicações, e às maneiras como os personagens cresceram e evoluíram que Stan [Lee] e Jack [Kirby] e Steve [Ditko] e todo mundo criaram e até mesmo conceberam de modo que permitisse que eles crescessem, mudassem e evoluíssem.”

O lançamento mais recente do MCU é Eternos, baseado na obra de Jack Kirby. A produção, dirigida por Chloé Zhao, chegou aos cinemas brasileiros em 4 de novembro. Ainda este ano, o Universo Marvel deve se expandir ainda mais com a chegada de Gavião-ArqueiroHomem-Aranha: Sem Volta Para Casa.

Veja também:

Imagem de perfil
sobre o autor Melissa de Viveiros

Editora. Graduanda em Letras na UFMG. Elfa noturna em Azeroth, Au'Ra em Eorzea, apoiadora da Casa Martell em Westeros, LoLzeira noxiana e grisha etherealki. Fã de coisas demais e sempre hiperfocada em algo diferente. || @windrunning_