Dragon Ball Super: Nova habilidade de Vegeta recebe apelido engraçado de Goku

Capa da Publicação

Dragon Ball Super: Nova habilidade de Vegeta recebe apelido engraçado de Goku

Por Junno Sena

Atenção: Alerta de Spoilers!

Muita coisa anda acontecendo em Dragon Ball Super e com o arco do vilão Granolah avançando e seus poderes evoluindo, Goku e Vegeta parecem ter um grande problema pela frente. Mas, Goku acredita que seu companheiro de luta pode dar conta de outro vilão, Gas. Agora, a grande pergunta é se Vegeta irá ajudar depois de Goku ter dado um apelido questionável para a nova habilidade do sayajin (via ComicBook).

O apelido foi dado no capítulo 78 do mangá. Nele, o novo poder do vilão Gas foi apresentado após o mesmo reunir as esferas do dragão e invocar o dragão de Cereal. Com o pedido para que integrante mais fraco da equipe se tornasse um dos guerreiros mais poderosos do universo, o perigo se tornou tão grande que os sayajins resolveram pedir a ajuda de Granolah.

Mas a cereja do bolo desse plano em busca da vitória é a habilidade Ultra Ego de Vegeta. Bom, isso se Goku conseguir lembrar do nome verdadeiro da evolução do personagem. Apelidada de “Freaky-Face-Mode”, ou “Modo-Cara-Louca” em tradução livre, de acordo com o lutador, o soco dado por Vegeta nesta forma é “bonito”.

Vegeta invocando a forma Ultra Ego.

O sayajin diz a Vegeta: “Nós vamos ter que utilizar o Modo-Cara-Louca de novo para derrotar Gas” antes de sair voando e o deixar com o inimigo, tentando entender o novo apelido. Ainda assim, isso não o impede de completar a nova missão.

A habilidade Ultra Ego pode ser liberada por alguém que foi treinado pelo Deus da Destruição. Para utilizá-la, o usuário precisa estar no estado mental certo de Destruidor. Por isso o nome Ultra Ego, fazendo referência a mudança do personagem.

Mas, mesmo com Vegeta conseguindo derrotar Gas ao lado de Granolah e Senzu Bean, o que será que esse arco ainda reserva para os nossos heróis? Compartilhe seus palpites nos comentários!

Veja também:

Imagem de perfil
sobre o autor Junno Sena

Pós graduando em Antropologia com o raio problematizador ligado no 120. Assiste filme trash para relaxar e dorme cantarolando a trilha sonora de A Hora do Pesadelo. Blaxploitation na veia e cinema coreano no coração. Atualmente mora em Petrópolis, RJ.