Disney não poderá usar nome Star+ no Brasil durante processo judicial

Capa da Publicação

Disney não poderá usar nome Star+ no Brasil durante processo judicial

Por Gus Fiaux

O novo serviço de streaming da Disney ainda nem chegou ao Brasil mas já está dando o que falar. Previsto para ser lançado no dia 31 de agosto, o Star+ poderá precisar mudar de nome, após uma liminar concedida na justiça brasileira para o Starz, emissora que também possui seu próprio serviço digital de streaming, o StarzPlay.

As informações foram divulgadas pelo Notícias da TV. De acordo com a fonte, a Starz conseguiu uma liminar na 2ª Câmara Reservada de Direito Empresarial do Tribunal de Justiça de São Paulo. Com isso, eles obrigam a Disney a não chamar seu novo serviço de streaming de Star+, enquanto o processo continua em andamento – e vale lembrar que essa não é uma decisão final, já que o caso ainda será analisando em uma nova instância.

A sentença foi dada no dia 23 de julho. Basicamente, a Disney não poderá anunciar seu novo produto com o nome “Star+” (Star Plus), uma vez que esse título tem uma sonoridade muito parecida com “StarzPlayO desembargador Jorge Tosta aceitou o pedido de liminar da Starz por julgar que a empresa tem prioridade no uso da marca em solo nacional, já que o streaming foi lançado aqui no final de 2019, antes do lançamento do Star+.

Starzplay conseguiu liminar contra a Disney, solicitando a mudança do nome do Star+.

Para quem ainda não sabe, o novo serviço de streaming da Disney terá conteúdo considerado “adulto” e vindo de outros estúdios pertencentes à Disney, como a antiga Fox (que se tornou 21st Century Studios). Esse nome vem do canal de TV FOX, que se tornou Star após a aquisição de 2019. A Disney ainda pode recorrer na justiça, mas não pode usar o nome enquanto a liminar estiver ativa, caso contrário deve pagar multa de R$ 100 mil diários.

Por enquanto, ainda não sabemos qual será a estratégia de lançamento do Star+ no Brasil. Nos Estados Unidos, esse serviço não é vendido à parte do Disney+, e funciona como uma “sessão especial” na plataforma principal da Disney. Por outro lado, desde que foi anunciado aqui no Brasil, o serviço foi prometido como um streaming separado, que terá outra mensalidade e não será incluso no catálogo do Disney+.

O novo serviço de streaming da Disney deve ser lançado no Brasil no dia 31 de agosto.

Abaixo, relembre 10 desenhos antigos para assistir no Disney+:

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux