Capa da Publicação

Dexter: o que pode acontecer no revival da série

Por Camila Sousa

Atenção: Alerta de Spoilers!

Há um sentimento de quase luto entre os fãs de séries quando suas produções preferidas encerram suas histórias. E esse sentimento fica ainda mais agridoce quando um seriado muito querido termina sua trajetória de forma, digamos, questionável. Esse é o caso de Dexter, série do Showtime que estreou em 2006 e ficou entre as mais assistidas durante seu período de glória, mas acabou de uma forma que muitos fãs preferem esquecer.

Após entregar vilões grandiosos e fazer os espectadores mergulharem na mente perturbada do serial killer protagonista, a série desandou em suas temporadas finais, fazendo Dexter Morgan (Michael C. Hall) tomar decisões questionáveis, e matando nomes queridos sem uma boa justificativa. No entanto, embora muitos não queiram reabrir essa ferida, o canal Showtime resolveu tentar consertar as coisas com um revival que promete colocar a história nos eixos.

Dexter lenhador

O primeiro ponto que a minissérie precisa tocar é no “Dexter lenhador”. Após perder a irmã Debra (Jennifer Carpenter), muitos imaginavam que Dexter iria se matar, mas o personagem tomou uma decisão inesperada e sobreviveu, deixando Miami para trás e recomeçando sua vida como um lenhador moderno. Esse foi um dos pontos que mais incomodou os fãs na época do encerramento, porque nada foi explicado muito bem.

Como Dexter sobreviveu após ter ido de encontro a um furacão? E onde ele está? Para muitos, ele deveria realmente ter morrido na cena, encerrando o ciclo de uma vez por todas. Com a chegada do revival, é esperado que tudo o que aconteceu seja explicado e os primeiros teasers já indicam que esse é o caminho escolhido pelo canal.

Harry e Debra

Como dito acima, Dexter perde sua irmã Debra pouco antes do final, e é a morte dela que o faz desacreditar em um final feliz para si mesmo. Se antes, Harry Morgan (James Remar) era a voz constante na perturbada mente de Dexter, dizendo a ele o que fazer ou não, é esperado que agora o serial killer tenha Debra agindo como sua consciência.

Ainda não há informações se a atriz Jennifer Carpenter retornará ao revival, mas essa seria uma surpresa interessante para ser guardada. A relação entre Debra e Dexter sempre foi muito intensa para os dois, e a morte dela deve continuar sendo algo que assombra o personagem.

Filho de Dexter e Hannah

Outro ponto que não pode ficar de fora do revival é alguma atualização sobre Harrison Morgan, filho de Dexter que terminou a série vivendo na Argentina ao lado de Hannah. É um pouco improvável que a atriz Yvonne Strahovski, intérprete de Hannah, retorne, já que ela faz parte do elenco principal de The Handmaid’s Tale como Serena Joy.

No entanto, isso não impede que um novo ator seja escalado para o papel de um Harrison mais velho, que se lembra do pai, mas acredita que ele está morto. O nascimento de Harrison foi muito significativo para Dexter durante as temporadas, e não há como esquecer que, ainda que não se lembre, o jovem tem um trauma semelhante ao do pai. Será que Harrison pode ter desenvolvido os mesmos impulsos de Dexter? Essa pergunta precisa fazer parte dos novos episódios.

Miami

Quem acompanhou as oito temporadas de Dexter sabe que a cidade de Miami é praticamente uma personagem dentro da história. O clima ensolarado – tão diferente da maioria das produções de Hollywood – e as influências latinas estavam presentes em quase todos os episódios e também faziam um paralelo com o lado obscuro de Dexter, que era um simpático perito forense de dia, e um serial killer à noite.

Como os teasers já mostraram que Dexter continua em um local frio – que parece muito com o Canadá – fica a dúvida se haverá ao menos uma homenagem para Miami e para os personagens da polícia local, como Angel Batista (David Zayas) e Vince Masuka (C.S. Lee). Por enquanto não há confirmação da volta de outros nomes conhecidos do elenco, o que indica que a minissérie vai explorar novos núcleos. Ainda assim, a cidade natal de Dexter merece ser lembrada.

Velhos hábitos de volta

Os materiais já divulgados sobre o revival de Dexter deixam claro que, apesar daquele final esquisito, o serial killer voltou para sua rotina de matar, mas restam dúvidas sobre como isso não soará repetitivo após oito temporadas que mostraram Dexter matando de várias formas diferentes. Será que ele deixará de seguir o Código de Harry e começará a matar inocentes? Ou ele terá criado um novo Código, baseado em suas experiências?

Há ainda a expectativa de que o serial killer seja, enfim, descoberto e julgado por seus atos durante todos esses anos. Se na oitava temporada os criadores resolveram deixar Dexter terminar vivo e impune, algo diferente precisa acontecer neste revival.

E você, o que espera das novas aventuras de Dexter Morgan? Deixe nos comentários e confira também:

Imagem de perfil
sobre o autor Camila Sousa

Jornalista por formação e nerd por natureza. Fã de diversos mundos fantásticos por aí e criadora do podcast Podcakes | @cakes_sousa no Twitter e Instagram