Capa da Publicação

Capitão América: Nova HQ repete elemento de Guerra Civil

Por Leo Gravena

Guerra Civil é uma das sagas mais importantes da Marvel dos últimos anos, e trouxe todos os heróis da editora se dividindo e lutando entre si pelo direito de seguirem, ou não, uma lei que obrigava eles a revelarem suas identidades e trabalharem para o governo americano. Isso após uma grande explosão que deixou vários feridos e mortos. Agora, a nova HQ do Capitão América repete um elemento bem interessante do evento.

Em Capitão América #27 vemos mais uma grande explosão em um local cheio de pessoas, dessa vez, contudo, já sabemos de cara que ela não foi um acidente. Na edição, o Caveira Vermelha, agora usando a identidade de Aleksander Lukin, faz uma “armadilha” para o Sentinela da Liberdade e, ao final da edição, seu plano vilanesco parece ter dado certo.

Na história, o Caveira Vermelha organiza uma passeata com vários Supremacistas Brancos, que reúne grupos como a gangue do Caveira Vermelha, os Cães de Caça e os Amigos da Humanidade. Mesmo com várias brigas começando ali, o vilão tem outro plano: explodir todos os seus aliados “dispensáveis”.

Capitão América e Sharon Carter são atacados por uma multidão.

Segundo o Caveira, ele queria que a mídia estivesse ali documentando tudo, mostrando o Capitão América e as forças da lei lutando contra a multidão somente para, no final, explodir uma bomba que havia plantado no Central Park. Após a explosão, Steve Rogers e Sharon Carter conseguem escapas vivos, porém bastante machucados.

Após a explosão, o vilão, sob a identidade de Lukin, faz uma coletiva de imprensa para fazer com que o público fique contra o Vingador novamente e diz que o Capitão América é um criminoso, um agente do caos e desordem que usa a Constituição como uma arma. Se no fim as pessoas irão enxergar por trás de todas as mentiras do vilão nazista, somente o final do arco irá responder.

Caveira Vermelha explode uma bomba, matando vários de seus aliados.

Guerra Civil

A trama fez com que muitos fãs lembrassem de Guerra Civil, uma das maiores sagas da Marvel nos quadrinhos na qual, após uma grande explosão, o governo dos EUA passa a controlar e prender todos os heróis que não se sujeitem às suas regras. Contudo, ao final da saga é revelado que a explosão foi proposital e tinha interesses maiores por trás.

Na saga de Mark Millar e Steve McNiven, o vilão Nitro explode na cidade de Stamford, matando vários inocentes. Ao final, contudo, é revelado que ele usou uma droga que aumentava seus poderes a mando de Walter Declun, do Controle de Danos. Declun queria mais contratos para a sua organização poder reconstruir cidades e locais após lutas de super-heróis, além de poder manter os heróis sob sua supervisão.

Aproveite e confira também 10 personagens da Marvel que já usaram o escudo do Capitão América:

Imagem de perfil
sobre o autor Leo Gravena

Editor-Chefe | @LeoGravena
"...It was never going to be okay..."