Batman: Herói tem esquema questionável para capturar bandidos digno do Coringa

Capa da Publicação

Batman: Herói tem esquema questionável para capturar bandidos digno do Coringa

Por Flávia Pedro

Atenção: Alerta de Spoilers!

Em Future State: Gotham #5, o Batman está usando um plano moralmente incorreto com a ajuda de Alfred para prender criminosos. Essa tática faz os fãs questinarem um pouco sobre a conduta do então herói de Gotham.

O plano arquitetado pelos dois funciona da seguinte maneira (via CBR):

O Coringa reúne vários criminosos, os incitando a assaltar a Mansão Wayne. O vilão usa como atrativo as jóias e riquezas da mansão que, segundo o palhaço criminoso, ficariam à disposição dos vigaristas que conseguissem realizar o assalto a casa de Bruce Wayne.

Alfred agindo como Coringa convocando bandidos

O que os criminosos não esperavam é que o “Coringa” na verdade é Alfred, o mordomo de Bruce que usou o disfarce para atrair os bandidos para uma emboscada. Como planejado, eles encontram Bruce Wayne que derrota um por um, com um toque sombrio do Cavaleiro das Trevas, saboreando a vitória por poder agir dentro de sua própria casa.

Em dado momento vemos Bruce referindo a si mesmo como um vampiro, que para fazer suas vítimas não precisa de convite para entrar, pois ali ele é o anfitrião.

Alfred, ao se fingir de Coringa tem o papel fundamental não só de atrair os criminosos para a emboscada, mas também de avisar Bruce assim que estes bandidos partem em direção a mansão. Isso dá tempo mais que o suficiente pra que o dono da casa se prepare para receber suas visitas.

Alfred no momento em que avisa Bruce sobre a partida dos criminosos

Essa tática usada por Batman e Alfred, apesar de muito eficaz, é bastante manipuladora e imoral. Faz com que ambos pareçam sádicos, atraindo para um abate pessoas de mente fraca que talvez tivessem a possibilidade de uma recuperação. Esse tipo de atitude lembra muito algo que o próprio Coringa faria, ao usar outras pessoas como peças de um jogo que soa quase como doentio.

Isso pode sugerir que após tanto estudar seu inimigo, o Batman acabou não percebendo que está aos poucos se tornando um possível reflexo do mal que o mesmo combate. Essas atitudes atribuem ao herói uma natureza tão sádica quando a de seu inimigo.

Confira também:

 

 

Imagem de perfil
sobre o autor Flávia Pedro

Historiadora formada pela UFF e apaixonada por cultura japonesa, animes, mangás, filmes... Criadora de conteúdo no instagram Anime Dicria, viciada em café e leitora de fanfics ruins nas horas vagas. Instagram: fllavia_pedro