Attack on Titan: Produto controverso da quarta temporada tem produção cancelada

Capa da Publicação

Attack on Titan: Produto controverso da quarta temporada tem produção cancelada

Por Leo Gravena

Shingeki no Kyojin, ou Attack on Titan, está prestes a retornar para sua quarta temporada e os fãs estão ansiosos para ver o final do mangá sendo passado para as telas com o anime. Porém, novamente, a trama se envolveu em mais uma polêmica. Dessa vez, por novamente a história trazer elementos relacionados ao nazismo.

Como divulgado pelo Comic Book, a equipe de Attack on Titan tinha planos de vender algumas braçadeiras (armbands), que na história tão usadas por todos do reino de Eldia para mostrar sua origem. As braçadeiras são um grande símbolo da opressão deles na história e rapidamente os leitores as ligaram com o holocausto durante a Segunda Guerra Mundial.

Dessa forma, quando foi anunciado que as braçadeiras seriam vendidas como mercadoria, muitos fãs ficaram irritados e criticaram a decisão. Após isso, o grupo por trás dos produtos de Shingeki no Kyojin, conhecido como Comitê de Produção, decidiu abandonar os planos de vender as braçadeiras e divulgou uma declaração sobre o ocorrido:

“O produto que estava sendo produzido reproduz parte de um traje de personagem que aparece em Attack on Titan. Contudo, [a braçadeira] também é considerada um símbolo de discriminação étnica e racial. Reconhecemos que houve uma falta de consideração em comercializar o item. Sentimos muito”. 

Braçadeiras são um item bastante comum no anime.

Attack on Titan retorna em 9 de janeiro de 2022. O anime está disponível na Crunchyroll e, até agora, quatro temporadas foram lançadas.

Aproveite e confira também:

 

Imagem de perfil
sobre o autor Leo Gravena

Editor | @LeoGravena
Escrevo sobre cultura geek na internet desde 2012
"Don't look back -- the past is exactly where it belongs."