Alec Baldwin diz que não puxou o gatilho da arma que matou a diretora de fotografia Halyna Hutchins

Capa da Publicação

Alec Baldwin diz que não puxou o gatilho da arma que matou a diretora de fotografia Halyna Hutchins

Por Jaqueline Sousa

Em recente entrevista para o canal de televisão ABC, nos Estados Unidos, o ator Alec Baldwin afirmou que não puxou o gatilho da arma que matou a diretora de fotografia Halyna Hutchins no set do filme Rust, em outubro deste ano. Foi a primeira entrevista do ator após a tragédia.

A declaração de Baldwin foi feita ao jornalista George Stephanopoulos, em uma prévia da reportagem completa, que irá ao ar na rede de televisão norte-americana nesta quinta-feira (2). O ator disse:

“Bem, o gatilho não foi puxado. Eu não puxei o gatilho. Eu nunca apontaria uma arma para alguém e puxaria o gatilho, nunca… Alguém colocou uma bala de verdade na arma, uma bala que nem era para estar no local.”

Confira a prévia divulgada pela ABC:

No vídeo, Alec Baldwin explica que ainda pensa sobre como as coisas poderiam ter acontecido de um jeito diferente. Emocionado, o ator também comenta sobre a colega de trabalho:

“Ela era alguém que era amada e admirada por todos com quem trabalhava… É difícil acreditar que ela se foi. Não parece real para mim.”

Halyna Hutchins, diretora de fotografia do filme Rust, morreu após disparo acidental

A diretora de fotografia Halyna Hutchins foi acidentalmente baleada no set de filmagens do filme Rust por Baldwin, enquanto o ator ensaiava para uma cena. As gravações aconteciam no Novo México, no dia 21 de outubro. Após o incidente, o ator publicou em suas redes sociais que “colaboraria totalmente com as investigações da polícia“.

O acidente levantou debates sobre negligências a respeito das condições de segurança durante as gravações do filme. Enquanto isso, as investigações sobre o caso continuam em aberto.

Imagem de perfil
sobre o autor Jaqueline Sousa

Jornalista. Apaixonada por cinema, música e literatura. | @jqlnsss