Capa da Publicação

Soul: Novo filme da Pixar teve mudanças drásticas feitas em sua história

Por Leo Gravena

Soul, o próximo filme da Pixar quase teve uma história bem diferente. Originalmente a história seria mais um “filme de assalto”, porém no meio do desenvolvimento, eles decidiram mudar a trama.

Na história, acompanhamos a aventura de Joe Gardner (Jamie Foxx), um professor de música que acaba tendo sua alma separada do corpo e vai parar em uma dimensão, onde conhece a alma 22 (Tina Fey). Enquanto ele tenta fazer com que 22 compreenda o valor da vida, o músico tenta voltar para seu corpo à tempo de aproveitar sua grande chance de se apresentar a um grande público.

Contudo, a história quase foi bem diferente e seria focada, na verdade, em Joe tentando reunir elementos que o ajudariam a voltar a vida, contudo, eles decidiram mudar isso e focar mais na parte emocional e humana da história. Em entrevista com o Collider a supervisora de histórias da Pixar, Kristine Lester, falou sobre a jornada:

“Todos os nossos filmes tem caminhos diferentes e você ficaria chocado com o que se vê quando as coisas estão no inicio do desenvolvimento até onde elas acabam chegando. Algumas vezes, são filmes muito, muito, muito diferentes. O primeiro rascunho do filme, era meio que um filme de assalto, no qual Joe estava tentando voltar para sua vida basicamente fazendo uma série de roubos. E eu me lembro que chegamos em uma versão do filme e apenas seria sobre honrar o tema do assunto e o que ele explorada, que era o que dá sentido à vida, qual o nosso propósito? As coisas que Pete estava respondendo. E eu senti que essa versão do filme não estava fazendo justiça a isso, então tivemos que mudar tudo… Ok, isso não é 11 Homens e Um Segredo. O que podemos fazer para nos aprofundarmos na coisa que as pessoas realmente querem falar sobre?”

Soul chega ao Disney+ no dia 25 de dezembro.

Não deixem de conferir nossa lista:

Imagem de perfil
sobre o autor Leo Gravena

Editor-Chefe | @LeoGravena
"...It was never going to be okay..."