Capa da Publicação

Snyder Cut de Liga da Justiça: Entenda a nova versão do filme

Por Gus Fiaux

Lançado em 2017, Liga da Justiça foi um dos projetos mais decepcionantes dos últimos anos, especialmente para os fãs de super-heróis. O que era para ser um épico encontro dos maiores heróis do planeta acabou sendo um filme problemático por todas as desgraças que aconteceram nos bastidores, com as interferências da Warner Bros. e a saída repentina de Zack Snyder.

O longa foi finalizado e alterado por Joss Whedon (Os Vingadores, Vingadores: Era de Ultron), o que acabou deixando muitos fãs incomodados. Uma mudança de tom severa acompanhou vários cortes na história proposta anteriormente por Snyder, o que só é piorado por efeitos visuais grotescos, como o visual do Lobo da Estepe ou até mesmo o infame bigode apagado do Superman.

Agora, após muita pressão popular e disputas nos bastidores, o estúdio anunciou oficialmente o lançamento do Snyder Cut, a versão do diretor de Zack Snyder para o filme. Originalmente, Snyder fez campanhas dizendo que seu “filme já estava pronto” – o que, pelo visto, não era bem verdade, já que o diretor está regravando e editando várias cenas da obra. Mas o que mais podemos esperar desse corte?

Quando e onde o Snyder Cut será lançado?

A versão do diretor de Liga da Justiça vai ser lançada em 2021, embora ainda não tenhamos uma data oficial exata. O lançamento vai acontecer no HBO Max, o serviço de streaming da Warner Bros., inaugurado neste ano. Muitos inclusive acreditam que o lançamento dessa versão em streaming foi um passo calculado pela Warner, para vender ainda mais a assinatura de sua plataforma.

Conforme revelado no DC FanDome, essa versão será exibida originalmente como uma minissérie de quatro episódios, com cada episódio tendo aproximadamente uma hora de duração. Isso significa que, ao todo, a versão terá quatro horas de duração – o dobro da versão cinematográfica de Joss Whedon. Ainda é esperado que, junto com os capítulos individuais, seja lançado uma edição que reúne todos os episódios em um único filme.

De acordo com Snyder, sua versão será dividida em “capítulos”, algo que é comum em filmes de diretores como Quentin Tarantino Lars Von Trier, por exemplo. O diretor afirmou que, ao todo, serão “seis capítulos e um epílogo”, dividindo a trama. Ainda não sabemos de que forma esses capítulos serão distribuídos ao longo dos quatro episódios da minissérie.

Qual será a história dessa versão?

Embora muita coisa deva ser modificada em relação à versão cinematográfica do longa, a trama de Liga da Justiça, ao menos em suas bases, deve permanecer a mesma. Basicamente, acompanharemos a formação da equipe de super-heróis, conforme eles lutam contra os Parademônios e o Lobo da Estepe, vilões alienígenas que vão até a Terra em busca das Caixas Maternas.

Claro que, nesta versão, muitas coisas novas serão adicionadas – afinal, o tempo de duração será o dobro da versão cinematográfica. Entretanto, a história deve se manter a mesma, jogando inclusive pistas para a aparição de Darkseid e todos os seus planos macabros envolvendo a Terra, como já havia sido deixado implícito no filme original.

Entretanto, é válido afirmar que o filme terá ligações maiores com outros projetos da DC Comics. Por exemplo, já sabemos que Jared Leto vai reprisar o papel do Coringa de Esquadrão Suicida nessa versão estendida, o que pode trazer repercussões bem curiosas para o filme e para esse universo compartilhado como um todo.

E o que teremos de novo?

O filme vai adicionar centenas de personagens, tramas e camadas que foram descartadas da versão cinematográfica. Sabemos, por exemplo, que o filme deve apresentar Uxas – o guerreiro de Apokolips antes de se tornar Darkseid -, além de outros personagens importantes das HQs, como Ryan Choi (o Eléktron) e até mesmo o Caçador de Marte. 

Além disso, o filme também vai ganhar mais desenvolvimento para personagens que ficaram um pouco “apagados” no longa, como o Ciborgue e o Flash. No Snyder Cut, teremos mais desenvolvimento para a dupla, talvez até mesmo deixando um gancho aberto para o filme solo do Velocista Escarlate. Também é esperado que tenhamos a presença de alguns elementos peculiares, como a Tropa dos Lanternas Verdes e o traje preto do Superman.

Ainda é importante destacar que o filme também passou por refilmagens, que reuniram alguns membros do elenco originais. Porém, de acordo com Snyder, essas regravações adicionaram apenas quatro minutos de filmagens ao filme, de modo que todo o material adicional restante vem de filmagens descartadas do corte cinematográfico. Em outras palavras, boa parte dessa versão já havia sido gravada.

Vai ser melhor que a versão de cinema?

Honestamente, é difícil dizer. Primeiro porque ainda não vimos o Snyder Cut e segundo porque Zack Snyder tem uma reputação bem controversa à frente dos filmes do Universo Estendido da DC Comics. Enquanto muitos fãs gostam da visão do diretor para Homem de Aço Batman vs. Superman, outros são mais céticos e descrentes, rechaçando o tom “sombrio” do cineasta.

Não há como negar que o filme tem elementos demais e muitas dessas coisas podem não ser tão bem-aproveitadas como os fãs esperam. Ainda assim, é a chance de ver um diretor trazendo sua visão original para um projeto feito com paixão.

De qualquer forma, é importante lembrar que esse lançamento não garante que o Snyder Cut fará parte do cânone do Universo Estendido da DC Comics, e nem que os planos originais do diretor vão voltar à ativa – ou seja, até o momento, não sabemos se Liga da Justiça: Parte 2 será uma realidade para o estúdio. Pelo visto, a Warner vai continuar seu planejamento atual, fazendo filmes mais “isolados” e não dependendo tanto da noção de um universo compartilhado.

E você? Ansioso para o Snyder Cut? Quais são suas ideias e expectativas para o projeto? Nos diga nos comentários!

Abaixo, veja 10 coisas que provavelmente estarão no Snyder Cut de Liga da Justiça:

Snyder Cut de Liga da Justiça chega ao HBO Max em 2021.

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux