Capa da Publicação

Rede de cinema critica HBO Max após anúncio de lançamentos no streaming

Por Gus Fiaux

Ontem, fomos todos pegos de surpresa com a notícia de que a Warner Bros lançará todos os seus filmes de 2021 simultaneamente nos cinemas e no HBO Max, onde vai ficar em exibição durante 30 dias. A notícia pegou o público de surpresa e deixou muitos contentes com a possibilidade de assistir a filmes aguardados do conforto de casa, como Matrix 4, O Esquadrão Suicida e até mesmo Duna.

Contudo, a notícia trouxe um grande revés para as redes de cinema. De acordo com a Variety, grandes cadeias de exibidores começaram a perder ações vertiginosamente. Entre as empresas citadas pela matéria, temos a Cinemark – que perdeu 21% das ações -, a Marcus Corporation, que perdeu 11%, a Imax que perdeu 7,3% e a AMC Theatres, que caiu mais de 17% em suas ações.

Tudo isso está gerando uma reação bem compreensível por parte dos donos de redes exibidoras. O CEO da AMCAdam Aron, por exemplo, falou um pouco sobre isso em uma carta aberta onde criticou a Warner. Ele começou explicando que apoiou a decisão de lançarem Mulher-Maravilha 1984, por ser um momento atípico e bem delicado no cinema.

Entretanto, Aron continua, dizendo que não imaginava que o estúdio usaria essa mesma ferramenta para lançar todos os seus filmes em 2021, e que isso está provocando estragos consideráveis na indústria cinematográfica como um todo. Ele ainda nota que, com as expectativas de vacina no ano que vem, não faz sentido lançar os filmes em streaming, já que os cinemas já devem estar funcionando ativamente no próximo ano.

“Claramente, a Warner Media pretende sacrificar uma porção considerável de sua divisão de estúdio e filmes, parceiros de produção e cineastas, tudo para subsidiar o HBO Max. Quanto ao nosso trabalho na AMC, faremos de tudo ao nosso alcance para assegurar que a Warner não faça isso em detrimento a nós. Nós iremos procurar termos econômicos agressivos que possam preservar nossos negócios. Já estamos começando um urgente e imediato diálogo com as lideranças da Warner sobre o assunto.”

Embora a carta seja bem agressiva e mostre todo o descontentamento da rede de cinemas com a decisão unilateral da Warner, é importante perceber que a AMC parece estar bem aberta ao diálogo, de modo que possam resolver essas questões junto ao estúdio. Ainda assim, se outros estúdios seguirem a onda da Warner, é bem provável que os danos para as cadeias de exibição sejam, até certo ponto, irreversíveis.

Abaixo, veja 10 séries da DC que queremos ver no HBO Max:

HBO Max pode chegar ao Brasil em 2021.

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux