Capa da Publicação

Ray Fisher grava novo vídeo detalhando problemas nos bastidores de Liga da Justiça

Por Evandro Lira

O ator de Liga da Justiça, Ray Fisher, postou um vídeo em seu Instagram onde discorreu sobre os problemas que enfrentou com o produtor Geoff Johns nos bastidores do filme. Ele também detalhou a conversa que teve com o atual presidente da DC Films, Walter Hamada.

Após a Warner Bros. divulgar uma nota declarando que Fisher não estava cooperando com a investigação, o ator negou veemente a acusação, e agora, publicou um vídeo abordando o caso. Segundo ele, a Warner está fazendo um “jogo triste e desesperado” para desacreditá-lo:

“Eu estou em choque e pasmo com o fato de a Warner Bros. ter a audácia de fazer uma declaração como essa. Eles não sabem quantas provas eu tenho das interações que tive com todos. Eles não conhecem as pessoas com quem tenho conversado. Eles não conhecem muitas das pessoas que eu tenho do meu lado, que estão dispostas e capaz de participar da investigação e isso, infelizmente, é algo que vai acabar deixando-os em uma grande confusão. Foi uma jogada ousada deles me chamarem de mentiroso.”

Ele reforça suas afirmações sobre Geoff Johns, e diz que ele e Hamada tiveram uma conversa detalhada sobre a situação, onde o presidente da DC Films defendeu o produtor das acusações de Fisher:

“A desculpa dele para a situação com Geoff Johns foi, ‘Ray, trabalhei com Geoff no Shazam! e não acho que ele faria isso’ e eu disse, ‘Walter, você não estava lá. Estou lhe dizendo, você não estava. Você não estava lá quando o homem me chamou em seu escritório e fez uma ameaça velada à minha carreira. Você não estava lá, cara. Você não estava lá quando Geoff Johns me contatou em 2018 – um ano e meio depois de Liga da Justiça, enquanto eu estava filmando True Detective – para se gabar de que havia outro Cyborg sendo usado no DC Universe em um programa que ele estava produzindo.”

O Ciborgue em questão é interpretado pro Joivan Wade na série Patrulha do Destino, do DC Universe.

Fisher ainda completou dizendo:

“Já que eles abriram toda essa sujeira, haverá certas coisas que irei dizer publicamente. Não sobre as experiências específicas em Liga da Justiça, mas em como as coisas foram tratadas até este ponto desde que eu apresentei minhas alegações.”

A polêmica envolvendo Fisher e a Warner Bros. começou quando o ator acusou o diretor Josh Whedon, que substituiu Zack Snyder em Liga da Justiça, de ser abusivo durante as filmagens. A acusação foi seguida de uma série de outras revelações sobre o comportamento de produtores da Warner partindo de Fisher.

Assista ao vídeo completo:

Fique com:

Imagem de perfil
sobre o autor Evandro Lira

Bacharel em Cinema e Audiovisual, potterhead das antiga, filho dos filhos do átomo, fã de mais coisas do que deveria, frequentemente falando sozinho no Twitter. Segue: @evandroslira