Capa da Publicação

Netflix tem chance de quebrar recorde histórico no Oscar 2021

Por Evandro Lira

Ao que tudo indica, a Netflix tem boas chances de fazer história no Oscar do ano que vem. Em uma única edição, o streaming deve ter mais números de indicações na categoria de Melhor Filme que qualquer outro estúdio já teve em todo o histórico do prêmio (via Variety).

De acordo com especialistas, a Netflix possui um arsenal gigantesco de longas com chances no Oscar, entre eles Mank de David Fincher, Os 7 de Chicago de Aaron Sorkin, A Voz Suprema do Blues de George C. Wolfe, Destacamento Blood de Spike Lee, O Céu da Meia-Noite de George Clooney, A Festa de Formatura de Ryan Murphy e Pieces of a Woman de Kornél Mundruczó.

A última vez que um estúdio conseguiu emplacar tantos filmes na principal categoria da maior premiação do cinema foi em 1937 quando o Metro-Goldwyn-Mayer recebeu cinco indicações.

Nos últimos dois anos, a Netflix concorreu na categoria de Melhor Filme três vezes, com Roma de Alfonso Cuarón em 2019 e O Irlandês de Martin Scorsese e História de um Casamento de Noah Baumbach em 2020.

É claro que essa vantagem da Netflix não deixa de ter uma relação bem direta com a pandemia de COVID-19. Afinal, a plataforma de streaming viu um grande crescimento em 2020, não só por causa do aumento do consumo de conteúdos em casa mas também porque vários filmes tiveram seus lançamentos cancelados nas salas de cinema.

E aí, será que a Netflix emplaca de vez no Oscar 2021? Deixe sua opinião!

Fique com:

 

Imagem de perfil
sobre o autor Evandro Lira

Editor, bacharel em Cinema e Audiovisual, bruxo nascido trouxa, filho dos filhos do átomo, mestre dos quatro elementos, fã de mais coisas do que deveria, frequentemente falando sozinho no Twitter. Segue: @evandroslira