Netflix investirá mais em produção de animes

Capa da Publicação

Netflix investirá mais em produção de animes

Por Raphael Martins

Nos últimos 20 anos, os animes tem se tornado cada vez mais populares no resto do mundo, inclusive nos Estados Unidos, que se tornou um grande mercado consumidor. Uma mostra disso é a audiência conquistada por eles para a Netflix, algo tão grande que a plataforma decidiu que investirá mais nesse tipo de conteúdo.

De acordo com a Variety, a Netflix disse que mais de 100 milhões de lares em todo o mundo assistiram a pelo menos uma série de anime na plataforma entre outubro do ano passado e setembro de 2020, o que representa um aumento de 50% em relação a 2019. Animes também apareceram com bastante frequência em listas de produções mais assistidas, como The Seven Deadly Sins e Baki, que apareceram entre os 10 mais vistos em meio a outros filmes e séries.

Esta semana, a Netflix anunciou que produzirá mais seis novas séries de anime, o que, somado a projetos já anunciados, totalizam nada menos que 16 projetos. Os novos títulos anunciados são Rilakkuma’s Theme Park Adventure, Thermae Romae Novae, High-Rise Invasion, The Way of the Househusband, Spriggan e Thus Spoke Kishibe Rohan, esta última sendo um spin-off do altamente popular JoJo’s Bizarre Adventure.

Importante citar que a plataforma também expandiu seu leque de produtoras parceiras, assinando contratos de produção com estúdios como NAZ (Hajimete no Gal), Science Saru (Devilman Crybaby), Mappa (The God of Highschool) e Studio Mir (A Lenda de Korra).

As novas séries em desenvolvimento ainda não tem data de estreia.

Confira também nossa lista com os 10 melhores animes originais da Netflix até o momento:

Imagem de perfil
sobre o autor Raphael Martins

Redator, apresentador e roteirista. Gosto de longas caminhadas na praia, Star Wars, tokusatsu, anime e filé com batata frita. Deixo as pessoas constrangidas. Você pode trocar uma ideia comigo no Twitter: @aqueleraphael