Capa da Publicação

Marvel Studios não usará tecnologia para incluir atores mortos em seus filmes

Por Lucas Rafael

São tempos estranhos. A vice-presidente de produção do Marvel Studios, Victoria Alonso, declarou que o Universo Cinematográfico Marvel não irá utilizar tecnologia para incluir atores falecidos em suas produções. A declaração se deu graças a Chris Evans, intérprete do Capitão América, que reclamou da prática após o anúncio de que o filme de guerra Finding Jack iria recriar digitalmente o astro James Dean, morto em 1955.

Como a Marvel é parte da Disney – que já recriou atores digitalmente na franquia Star Wars para pequena aparições -, alguns fãs acreditavam que seria possível revermos Stan Lee ou ou algum ator falecido pertencente ao MCU através de manipulação digital.

Tal prática não seria uma impossibilidade para a Marvel, que já empregou efeitos de rejuvenescimento em Samuel L. Jackson, Robert Downey Jr. e Michael Douglas.

Em entrevista ao Yahoo Movies, Alonso deixou claro que o estúdio não pretende virar adepto da “necromancia digital” que traz os mortos à vida nas telas, e que prefere seguir trabalhando apenas com atores vivos.

“A experiência de fazermos Thanos e Hulk deixou bem claro que precisamos de uma performance viva de Josh Brolin e Mark Ruffalo. Essa é a magia que está na tela…”

O que você  acha da prática de atores mortos recriados digitalmente? Comente!

Veja mais sobre o Marvel Studios:

Kevin Feige, o presidente da Marvel Studios, diz que os fãs não devem confiar neles

Kevin Feige odeia testar os filmes da Marvel, entenda

Kevin Feige diz que Marvel não se preocupa em agradar todo mundo

Fique com imagens de Viúva Negra, o próximo filme da Marvel, em nossa galeria:

Via: Yahoo

Imagem de perfil
sobre o autor Lucas Rafael

Redator. Entusiasta de coisas demais