Capa da Publicação

Locke & Key tenta replicar sucesso de Stranger Things, mas fica no meio do caminho

Por Fernando Maidana

Joe Hill pode ser mais lembrado, em um primeiro momento, por ser filho do Mestre do Terror, mas em obras como Heart Shaped Box e Nos4A2 o autor já provou que tem talento pra seguir com suas próprias pernas.

Locke & Key é mais um desses exemplos. A aclamada obra, que começou a ser escrita em 2008 e até hoje ganha novos capítulos nos quadrinhos, chamou a atenção do público e durante anos foi considerada inadaptável para o audiovisual. Agora, a Netflix resolveu aceitar a missão de dar vida ao drama da Família Locke em Lovecraft Matheson, cidade que abriga a misteriosa Keyhouse e suas incríveis chaves mágicas.

Com a intenção de se tornar uma possível substituta para Stranger Things, Locke & Key traz uma ambientação fantástica e personagens carismáticos, mas se perde em meio a decisões de roteiro questionáveis e ao tentar comprimir toda a saga dos quadrinhos em uma única temporada. Apesar disso, a produção tem potencial para despontar como um dos grandes sucessos do serviço de streaming, principalmente se conseguir conquistar o coração dos mais jovens.

Confira nossa análise completa e comente o que achou da série!

Aproveite para conferir!

Imagem de perfil
sobre o autor Fernando Maidana

Boa piada. Todos riem. Rufam os tambores. Cortinas se fecham.