Capa da Publicação

Homem-Aranha faz seu maior sacrifício nos quadrinhos

Por Gabriel Mattos

Atenção: Alerta de Spoilers!

Sacrifício não é novidade na carreira de nenhum herói, mas Peter Parker chegou em um novo extremo na edição mais recente da história “Bloodlines”, escrita por J.J. Abrams (via CB).

A nova história do diretor de Star Wars: A Ascensão Skywalker vem sendo bastante elogiada por explorar um lado mais dramático do Homem-Aranha e sua família. A trama já começa com o trágico falecimento de Mary Jane Watson e nas edições seguintes vemos como isso tem afetado Peter e seu filho Ben Parker.

Em Spider-Man #5, Ben está lutando para salvar o seu pai que perdeu os seus poderes de aranha. Seu sangue está sendo usado para salvar um parceiro do vilão Cadaverous.

Com a ajuda de um misterioso lacaio de Cadaverous, Ben consegue libertar Peter e eles caminham lentamente em direção a saída. Homem de Ferro e Coração de Ferro aparecem para liberar o caminho que está infestado de monstros.

Tudo parece estar sob o controle, mas Peter sente que não há mais tempo. Ele injeta o antídoto feito de seu sangue no lacaio de Cadaverous, que esse tempo todo era Mary Jane Watson. Infelizmente, eles nem tem muito tempo para celebrar o reencontro.

O lugar todo explode, levando o nosso velho Homem-Aranha. Mas não antes de ele empurrar sua querida esposa e seu amado filho de uma ponte, salvando suas vidas.

Chocado com a decisão de Peter? O que será de Ben Parker agora que perdeu o pai? Não deixe de comentar!

Fique com:

Imagem de perfil
sobre o autor Gabriel Mattos

Redator que joga mais Switch do que deveria e já leu todo o novo cânone de Star Wars, até os livros ruins. • @gabeverse