Capa da Publicação

Diretor explica como convenceu Joaquin Phoenix a fazer filme inspirado em quadrinhos

Por Lucas Rafael

O diretor Todd Phillips e o astro Joaquin Phoenix não esperavam que Coringa fosse o sucesso que foi. Phoenix sempre foi conhecido por ser seletivo com seus papeis, recusando adaptações de histórias em quadrinhos. Agora, Phillips contou como convenceu o ator a abrir uma exceção.

Em entrevista recente ao Deadline, Phillips abriu o jogo sobre convencer Joaquin:

“Ele gostou do espírito que o filme tinha, meio que um filme de quadrinhos anti-quadrinhos ou tanto faz… Tanto faz como você queira classificar o filme, ele respondeu apenas ao espírito do filme, mas não era alguém que imaginou que um dia estaria num filme de quadrinhos. Acho, não sei dizer com certeza. Sei que ele já recusou filmes de quadrinhos no passado. Isso foi o maior desafio.”

Phillips continua:

“Ele leu o roteiro, e entendeu. Ele entendeu que não um filme de quadrinhos simplesmente. Ainda era chamado Coringa. Ainda aparece o logo da DC em algum ponto, sabe, então esse foi o maior desafio quando conversávamos. Tivemos reuniões por meses. Antes dele concordar teve muitas reuniões e perguntas. Foi muito dele sentir o clima e o tom do filme. ‘Como o filme vai ser e como eu trabalho? Qual a abordagem?’ Era muita pergunta, mas era ótimo, ele estava realmente se preparando.”

E aí, valeu a pena todas as reuniões para Phillips convencer Joaquin do papel? Comente!

Veja também:

Joaquin Phoenix vence SAG Awards e homenageia Heath Ledger em seu discurso

Equipe de Cabelo e Maquiagem reclama de Joaquin Phoenix em Coringa

Joaquin Phoenix, o Coringa, é preso em protesto

Fique com imagens dos bastidores de Coringa em nossa galeria:

Imagem de perfil
sobre o autor Lucas Rafael

Entusiasta de coisas demais