Capa da Publicação

Cyberpunk 2077: CD Projekt deve enfrentar ações judiciais após lançamento do game

Por Evandro Lira

A CD Projekt, desenvolvedora de Cyberpunk 2077, pode enfrentar problemas com a justiça depois que acionistas e investidores públicos acionaram escritórios de advocacia nos Estados Unidos e na Polônia.

De acordo com o The New York Times, um comunicado à imprensa foi enviado pelo escritório americano Wolf Haldenstein Adler Freeman & Herz LLP alegando que a CD Projekt “pode ter emitido informações materiais enganosas a seus acionistas e ao público investidor”. Advogados de Varsóvia também chamaram as ações da desenvolvedora de “deturpação para receber benefícios financeiros.”

O mais recente lançamento da CD Projekt, Cyberpunk 2077, foi considerado uma grande decepção depois que as falhas e bugs do game ficaram evidentes, especialmente no PlayStation 4 e no Xbox One.

‘Cyberpunk 2077’ é repleto de bugs que chegam a ser hilários

Não só o público ficou incomodado com o lançamento desastroso do título, mas também a Sony – que removeu o jogo da loja da PlayStation – e os desenvolvedores, estes últimos afirmando que não tiveram o tempo necessário para finalizar o jogo.

A CD Projekt já se pronunciou publicamente sobre o que é, provavelmente, um dos lançamentos mais conturbados do mundo dos games. A empresa está disposta a oferecer reembolso para todos os fãs que se sentiram lesados com a compra de Cyberpunk 2077.

Enquanto isso, o jogo segue ausente da PS Store, mas continua disponível para compra em outras plataformas.

Fique com:

Imagem de perfil
sobre o autor Evandro Lira

Editor, bacharel em Cinema e Audiovisual, bruxo nascido trouxa, filho dos filhos do átomo, mestre dos quatro elementos, fã de mais coisas do que deveria, frequentemente falando sozinho no Twitter. Segue: @evandroslira