Capa da Publicação

Chadwick Boseman pode ser indicado duas vezes ao Oscar em 2021, entenda

Por Márcio Jangarélli

O mundo todo foi pego de surpresa com a notícia da morte de Chadwick Boseman, o Pantera Negra, no final de Agosto. Mas ainda não vimos os últimos feitos do ator e pode ser que seus trabalhos finais comecem 2021 oscarizados, consolidando ainda mais o nome do artista.

A informação vem da Variety, que aposta nos trabalhos de Boseman em Destacamento Blood, de junho, e o inédito A Voz Suprema do Blues, que estreia em dezembro, para a premiação. Os dois títulos são produções da Netflix.

De acordo com a publicação, o serviço de streaming deve fazer uma campanha massiva para os dois filmes no Oscar, colocando Chadwick no holofote principal.

Em Destacamento Blood, dirigido por Spike Lee, Boseman interpreta Stormin’ Norman, o líder do esquadrão Bloods, composto apenas por soldados americanos negros. Stormin e os outros quatro membros serviram durante a Guerra do Vietnã; o filme mostra o grupo retornando ao país, muitos anos depois do fim da guerra, em busca de um tesouro que deixaram enterrado.

A Voz Suprema do Blues é inspirado na história da lendária cantora de blues, Ma Rainey. O filme é liderado por Viola Davis no papel da vocalista, enquanto Boseman interpreta o trompetista do grupo da Ma, Levee, que possui grandes ambições e uma relação conturbada com a cantora.

Os rumores indicam que Chadwick pode receber a indicação de Melhor Ator com A Voz Suprema do Blues e Melhor Ator Coadjuvante com Destacamento Blood.

Será que Chadwick Boseman terá duas indicações póstumas ao maior prêmio do cinema? Já assistiu Destacamento Blood? Não esqueça de comentar!

Imagem de perfil
sobre o autor Márcio Jangarélli

Assessor, redator e jornalista. Madonna de Jakku.