Capa da Publicação

Bryan Cranston, de Breaking Bad, revela que contraiu coronavírus

Por Evandro Lira

O premiado ator Bryan Cranston, conhecido principalmente pela série Breaking Bad, revelou que contraiu o coronavírus em algum momento dos últimos meses. No Instagram, o astro publicou um vídeo onde explicou que está atualmente doando plasma, uma vez que agora ele possui anticorpos do vírus.

Cranston contou como acontece o processo de doação de plasma – parte líquida do sangue que pode ser coletado de pessoas recuperadas de COVID-19 – e revelou que passou boa parte do tempo assistindo ao filme de 1957, Um Rosto na Multidão. Veja:

“Eu queria anunciar que tive COVID-19 há pouco tempo”, começa Cranston no vídeo. “Tive sorte, pois foram sintomas muito leves. Aí então, pensei que talvez houvesse algo que eu pudesse fazer. Dessa forma, eu iniciei um programa no Centro de Sangue e Plasma da UCLA com a esperança de que a doação de plasma possa ajudar outras pessoas.”

Na legenda de seu post, o ator fez um apelo:

“Parece assustador agora que mais de 150.000 americanos estão mortos por causa disso. Eu fui um dos sortudos. Sintomas leves. Conto minhas bênçãos e peço que você continue usando a maldita máscara, continue lavando as mãos e permaneça em isolamento social. Podemos prevalecer – mas SOMENTE se seguirmos as regras juntos. Fique bem – fique bem.”

Bryan Cranston venceu quatro Emmys de Melhor Ator em Série Dramática por Breaking Bad e foi indicado ao Oscar de Melhor Ator pelo filme Trumbo: A Lista Negra. O astro é apenas mais recente celebridade a confirmar que contraiu o coronavírus nos últimos meses.

No Brasil, mais de 90.000 pessoas morreram em decorrência da doença, e esses números não parecem desacelerar.

Imagem de perfil
sobre o autor Evandro Lira

Bacharel em Cinema e Audiovisual, potterhead das antiga, filho dos filhos do átomo, fã de mais coisas do que deveria, frequentemente falando sozinho no Twitter. Segue: @evandroslira