Capa da Publicação

Attack on Titan: Mangá explica o motivo para decisão polêmica de Eren

Por Gabriel Mattos

Atenção: Alerta de Spoilers!

Attack on Titan está se encaminhando para um final épico em que Eren Jaeger executa o seu plano distorcido para pôr um fim entre a guerra de Marley e Eldia. Mas ao permitir que seus amigos continuem livres, ele deixou uma ponta solta que pode pôr tudo a perder.

Depois de assumir o poder do Titã Fundador, Eren prometeu acabar com a guerra completamente erradicando quem não tivesse sangue eldiano. Um plano extremo, com certeza, mas sem dúvida eficaz. Por motivos óbvios, a Divisão de Reconhecimento, formada por soldados dos dois lados da guerra, não pode deixar isso acontecer.

Para complicar as coisas, os antigos amigos de Eren estão confusos, sem entender o motivo para ainda estarem vivos.  Agora, no capitulo 133 do mangá (via CB), Eren se conecta mentalmente à Divisão e explica a situação para seus amigos, que estão marchando para frustrar os planos do vilão.

“Eu tomei a liberdade do mundo para alcançar a minha. Mas não irei roubar a [liberdade] de vocês.”

Seja em nome da sua antiga amizade ou por compaixão, Eren realmente vai permitir que seus amigos fiquem livres para enfrentá-lo no que pode ser o grande confronto final da história. Alguns fãs teorizam que isso é parte do plano dele, que, no fim das contas, deseja ser impedido.

Estamos nos seus momentos finais da história, tanto no mangá, quanto no anime, e a gente mal pode esperar para ver como essa trama termina. O que você acha que vai acontecer? Comente!

Relembre os momentos mais brutais de Attack on Titan nessa lista :

Imagem de perfil
sobre o autor Gabriel Mattos

Redator que joga mais Switch do que deveria e já leu todo o novo cânone de Star Wars, até os livros ruins. • @gabeverse