Capa da Publicação

Vingadores: Ultimato – Diretores explicam porque tinha que ser aquele herói!

Por Gus Fiaux

Atenção: Alerta de Spoilers!

Em Vingadores: Ultimato, testemunhamos a despedida de diversos heróis importantes do Universo Cinematográfico da Marvel – mas definitivamente, nenhum “adeus” é mais doloroso que o do Homem de Ferro, que no último momento da batalha final, usa a Manopla do Infinito para derrotar o exército de Thanos, e acaba sendo consumido pela energia das Joias do Infinito. 

Em uma entrevista ao Youth Circle, os diretores Joe e Anthony Russo falaram sobre como essa morte foi necessária. De acordo com eles, apenas o Hulk conseguia suportar a energia das Joias, mas no momento do clímax, apenas Tony Stark estava próximo o suficiente para derrotar o Titã Louco – e isso já havia sido premeditado no filme anterior:

“Thor não consegue aguentar, apenas o Hulk conseguiria. Nós nem sabemos se a Capitã Marvel poderia suportar a energia das Joias. Finalmente, deixamos o Homem de Ferro fazer isso porque ele estava mais perto. Nos futuros que o Doutor Estranho viu, apenas o Homem de Ferro estava próximo o suficiente no momento. As pessoas acham que a morte de um herói é algo ruim, mas às vezes não é. Quando sua morte pode ser substituída por esperança e para salvar metade da vida no universo, então seu sacrifício é um épico heroico. É cheio de poder e possui um importante significado. Nesse momento, as pessoas não deveriam estar imersas em raiva e tristeza.”

A morte de Tony Stark é um símbolo de grandeza e heroísmo do personagem – que está presente na franquia desde seu início, quando o primeiro Homem de Ferro foi aos cinemas. Sua despedida faz parte do sacrifício necessário para salvar todo o universo do que poderia ter sido o fim, caso Thanos tivesse roubado novamente as seis Joias do Infinito.

Na galeria abaixo, fique com pôsteres do filme:

Vingadores: Ultimato está em cartaz nos cinemas.

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux