Capa da Publicação

Vingadores: Ultimato – Diretores explicam as mudanças passadas por Thor no filme!

Por Raphael Martins

Atenção: Alerta de Spoilers!

Em Vingadores: Ultimato, vemos como os maiores heróis da Terra lidaram com a derrota pelas mãos de Thanos, que fez exatamente o que disse que faria e eliminou metade da população do universo. Nossos heróis tentaram impedi-lo, mas fracassaram.

Logo no começo do filme, o supergrupo faz jus a seu nome e vinga aqueles que morreram tirando a vida do titã louco, mas não conseguem trazer os que sumiram de volta. Após isso, cinco anos se passam e vemos o destino que cada um levou.

De todos eles, o que mais mudou foi Thor (Chris Hemsworth). Largado, emocionalmente quebrado e acima do peso, o deus do trovão vive uma vida despreocupada, jogando Fortnite e bebendo cerveja o dia inteiro. Muita gente não gostou.

Agora, os irmãos Anthony e Joe Russo, diretores de Vingadores: Ultimato, falam um pouco sobre o estado de Thor no filme e o que o levou a ficar daquela maneira. Para eles, cada um encarou o luto de uma maneira diferente, e Thor não foi exceção:

“Ele está quebrado, e aquilo é quem ele é seguindo em frente,” Joe Russo explica. “Como todos estão processando sua perda? Nós queríamos que todos eles processassem isso de maneiras muito diferentes. E Thor é um personagem excessivamente trágico, que foi criado desde criança para ser um rei. Qual é a distância que um personagem como esse pode viajar, como um deus? Principalmente alguém que se pareça com Chris Hemsworth?”

Anthony Russo também comentou a mudança física radical pela qual o personagem passou:

“Mesmo que tenha sido muito divertido mostrá-lo no filme com aquela condição física, isso não é uma piada. É uma manifestação de onde ele está a nível de personagem, e nós achamos que esse é um dos aspectos mais relacionáveis dele. Quero dizer, é um tipo de resposta muito comum à depressão e dor.”

Joe Russo enfatiza o quão desesperançado Thor estava no primeiro arco do filme, alguém realmente quebrado e sem esperanças:

“O que aconteceria se aquele personagem se tornasse extremamente raivoso e começasse a punir a si mesmo e não se importasse mais? O que aconteceria com ele? Ele é um alcoólatra agora, ele não se importa mais com nada. Não se importa mais consigo mesmo.

Anthony termina dizendo por que não vemos Thor voltar a ser o deus com o corpo musculoso e perfeito que estamos acostumados a ver:

“Há um motivo pelo qual nós não o fizemos voltar. Aquela é uma experiência que fica com ele. Ele pode ter feito alguns reparos nesse filme e ter feito progresso, mas a experiência que o levou a aquela condição física ainda está com ele, e o caminho ainda é longo para além disso. Nós não sabemos o que aquela estrada além será para ele.”

Abaixo, você fica com alguns cartazes do filme, mostrando a evolução dos personagens ao longo dos anos:

Vingadores: Ultimato já está em cartaz.

Fonte: ComicBookMovie

Imagem de perfil
sobre o autor Raphael Martins

Redator, apresentador e roteirista. Gosto de longas caminhadas na praia, Star Wars, tokusatsu, anime e filé com batata frita. Deixo as pessoas constrangidas. Você pode trocar uma ideia comigo no Twitter: @aqueleraphael