Capa da Publicação

Vingadores: Ultimato – Diretores do filme falam sobre AQUELA cena com a Viúva Negra!

Por Raphael Martins

Atenção: Alerta de Spoilers!

Em Vingadores: Ultimato, vemos alguns dos nossos heróis preferidos fazendo o sacrifício final pela sobrevivência de todo o universo como o conhecemos. Entre esses personagens, está a Viúva Negra (Scarlett Johansson), que coloca as necessidades de todos acima das dela própria e troca sua própria vida pela joia da alma.

É uma das cenas mais dramáticas do filme, em que ela e o Gavião Arqueiro (Jeremy Renner) travam uma luta cheia de tristeza para impedir um ao outro de se jogarem do desfiladeiro de Vormir para conseguir a joia. Mas no final das contas, é Natasha Romanoff que é sacrificada.

Ao site Entertainment Weekly, Anthony e Joe Russo, diretores do filme defenderam esta decisão criativa, explicando seus motivos para a Viúva Negra ter sido morta ao invés do Gavião Arqueiro.

“É uma luta para ver quem vai se matar,” disse Joe Russo. “É um conceito louco para uma cena. E se você viu Vingadores, ela é uma lutadora melhor do que ele. Então quando se trata de uma luta entre os dois, ela ganha.”

Para Anthony Russo, o fato de Clint Barton ter uma família pesou muito na decisão de Natasha de se sacrificar:

“Nós abrimos o filme com a família [do Gavião Arqueiro]. Ela o lembra dessa cena. Os dois podem ter uma missão naquele momento onde ‘Eu não vou deixar você se matar’, mas o Gavião tem objetivos misturados ali, o que eu sinto que tira o foco dele de uma maneira que não acontece com ela.”

Joe Russo complementa o raciocínio, falando que se trata de uma das cenas mais pesadas do longa:

“Para mim, essa é uma das cenas mais tristes do filme, porque está colocando duas pessoas em uma escolha de Sofia, colocando duas pessoas em uma posição difícil. Você morre ou deixa seu amigo morrer?”

Para os Russo, Natasha não está jogando sua vida fora, e sim fazendo a escolha de colocar a vida de seu melhor amigo acima da dela. Joe Russo explica:

“O tema do filme é que você pode mudar seu destino, mas qual é o custo disso? Você está disposto a pagar esse custo? Isso é um enorme sim para os Vingadores. Em Guerra Infinita, eles dizem, ‘Nós não negociamos vidas,’ e havia um desejo de proteger. Neste filme, agora há um desejo de se sacrificar para alcançar o objetivo.

 

Eu acho que essa é uma progressão natural, certo? ‘Bem, a primeira coisa que nós vamos fazer é tentar proteger todo mundo.’ E aí, quando você compreende que não é assim que funciona, os verdadeiros heróis aparecem e estão dispostos a se sacrificarem pelo bem maior.”

Fique com vários cartazes do filme na nossa galeria:

Vingadores: Ultimato já está em cartaz.

Imagem de perfil
sobre o autor Raphael Martins

Redator, apresentador e roteirista. Gosto de longas caminhadas na praia, Star Wars, tokusatsu, anime e filé com batata frita. Deixo as pessoas constrangidas. Você pode trocar uma ideia comigo no Twitter: @aqueleraphael