Capa da Publicação

Vingadores: Ultimato – Co-diretor do filme explica por que o Capitão América não morreu!

Por Gus Fiaux

Vingadores: Ultimato trouxe fins comoventes para os Maiores Heróis da Terra – especialmente para os líderes, o Homem de Ferro e o Capitão América. Enquanto Tony Stark se sacrificou em um ato de puro heroísmo, Steve Rogers teve sua chance de descansar e pendurar a chuteira (ou seria o escudo?).

Embora alguns fãs não tenham ficado satisfeitos com esse fim para o personagem, foi definitivamente algo muito emocionante e bonito – e certamente nos trará memórias muito duradouras sobre o Sentinela da Liberdade. Em entrevista à revista Empire, o co-diretor Joe Russo explicou por que o herói foi poupado:

“Quando você mata um personagem tão amado, como Tony, você precisa dar esperança ao fim do filme, de alguma forma, e a única pessoa que pode dar esse tipo de esperança é o outro líder. Se tivéssemos matado os dois, eu acho que seria como se as pessoas saíssem do filme e andassem direto em uma rua movimentada. A intenção não é destruir as pessoas, é contar uma história complexa e tridimensional de uma forma que faça todos sentirem uma gama variada de emoções.”

Já não é a primeira vez que os Irmãos Russo precisam explicar detalhes sobre o destino do Capitão América – e considerando a quantidade de reclamações e dúvidas por parte dos fãs, é provável que nem seja a última vez. Ainda assim, é interessante que Steve Rogers tenha sido poupado (e passado seu legado) para dar esperança aos fãs que acompanham a franquia há uma década.

Confira imagens do filme na galeria a seguir:

Vingadores: Ultimato está em cartaz nos cinemas.

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux