Capa da Publicação

Vingadores: Ultimato – Cena pós-créditos para o filme nunca foi sequer considerada!

Por Raphael Martins

Vingadores: Ultimato é diferente de qualquer outro filme do universo cinematográfico da Marvel que você tenha visto. Ele apresenta o conceito de viagem no tempo, mostra lados de alguns personagens que jamais imaginamos existir e encerra uma grande história contada através de 22 filmes. Mas existe um outro motivo que o difere dos demais.

Ao contrário de todos os outros filmes do Marvel Studios, Ultimato não tem nenhuma cena pós-créditos, algo que acabou se tornando a marca registrada do estúdio. Mas por que a equipe criativa tomou essa decisão? Stephen McFeely, co-roteirista do filme, explica.

Em uma entrevista ao site ComicBook, McFeely foi perguntado se a ideia de uma cena pós-créditos para o filme surgiu durante a produção e teria sido cortada durante o projeto. A resposta dele foi negativa:

“Oh, não. Lembre-se, venderam o filme assim para você e para o mundo todo. Esse é o fim. É a culminação de 22 filmes, e se nós te déssemos um anúncio para outro, isso seria meio dissimulado da nossa parte. Então é por isso que é apenas uma grande sequência de créditos, realmente é um adeus. Não, nunca houve uma cena pós-créditos.”

A explicação de Stephen McFeely é bastante convincente e suas razões também. Ultimato sempre foi vendido como o último capítulo de um grande arco de histórias, e se houvesse algo que levasse a uma próxima aventura, isso tiraria muito do impacto do evento cinematográfico que o filme representa.

E vocês, ficaram desapontados com a ausência de uma cena pós-créditos ou essa foi uma decisão acertada dos diretores e roteiristas? Deixem sua opinião nos comentários!

Enquanto isso, confiram vários belos cartazes do filme:

Vingadores: Ultimato está em exibição nos cinemas.

Imagem de perfil
sobre o autor Raphael Martins

Redator, apresentador e roteirista. Gosto de longas caminhadas na praia, Star Wars, tokusatsu, anime e filé com batata frita. Deixo as pessoas constrangidas. Você pode trocar uma ideia comigo no Twitter: @aqueleraphael