Capa da Publicação

Vingadores: Ultimato – Diretor comenta se o filme é mesmo “o fim” da história!

Por Raphael Martins

Vingadores: Ultimato tinha uma missão nada fácil pela frente. Além de aplacar as expectativas de milhões de pessoas espalhadas pelo mundo, que esperavam ansiosamente a conclusão da luta contra Thanos, o filme também deveria encerrar uma era no universo cinematográfico da Marvel e ao mesmo tempo prepará-lo para o futuro.

De fato, uma grande história foi encerrada no filme. A chamada “saga do infinito”, como ficou conhecido este arco de histórias que começa em Homem de Ferro e termina em Ultimato, acabou aqui, bem como a carreira de vários heróis que acompanhamos ao longo dos anos e aprendemos a amar.

Mas será que este é mesmo o fim da história? Anthony e Joe Russo, diretores de Vingadores: Ultimato, responderam essa pergunta essa semana, durante uma entrevista ao programa americano Good Morning America:

“Nosso trabalho nesse filme, nosso objetivo, era trazer um fim a essa longa jornada na qual todos nós estamos desde o primeiro filme do Homem de Ferro, há mais de 10 anos,” disse Anthony. “E nós realmente encerramos a história dos seis vingadores originais. Esse era o objetivo do filme. E com sorte nós conseguimos isso de uma maneira que foi animadora e satisfatória para o nosso público. Quanto ao futuro, nós estamos mais preocupados em como encerramos o passado. Como fechamos a rua. Ainda não pensamos no futuro.”

A chamada “fase 4” do MCU ainda não foi anunciada, o que Kevin Feige, presidente do Marvel Studios, deve fazer apenas após a estreia de Homem-Aranha: Longe de Casa. De qualquer maneira, os irmãos Russo não tem nenhum plano de trabalhar com a Disney/Marvel em um futuro próximo, pelo menos por enquanto.

Na nossa galeria, você confere vários cartazes do filme:

Fonte: ComicBook

Imagem de perfil
sobre o autor Raphael Martins

Redator, apresentador e roteirista. Gosto de longas caminhadas na praia, Star Wars, tokusatsu, anime e filé com batata frita. Deixo as pessoas constrangidas. Você pode trocar uma ideia comigo no Twitter: @aqueleraphael