O Justiceiro – Produtor fala sobre a morte de personagem importante na série!

Capa da Publicação

O Justiceiro – Produtor fala sobre a morte de personagem importante na série!

Por Guilherme Souza

Atenção: Alerta de Spoilers!

Na última sexta-feira (18), chegou ao catálogo da Netflix a segunda temporada de O Justiceiro, série em live-action que adapta as histórias do vigilante sanguinário da Marvel. Como esperado, a temporada trouxe muitas mortes, mas em meio à carnificina proporcionada por Frank Castle (Jon Bernthal), o vilão Retalho acaba morrendo.

Depois de ter fugido do hospital com a ajuda da terapeuta Krista Dumont (Floriana Lima), Billy Russo (Ben Barnes) entra em uma troca de tiros com a agente Dinah Madani (Amber Rose Revah) e acaba ficando gravemente ferido. Em uma tentativa de se esconder, Russo rasteja até o local onde Curtis Hoyle (Jason R. Moore) ministra seu grupo de apoio para veteranos de guerra, mas não demora muito para que Frank Castle o encontre e o mate de vez.

Em uma recente entrevista, o showrunner Steve Lightfoot falou um pouco sobre a morte de Russo e como isso afeta Castle.

“O interessante, é que quando começamos a temporada, não sabíamos de início que iríamos matar ele [Russo],” diz Lightfoot. “E isso meio que se desenvolveu conforme escrevíamos a série, e pareceu meio que o que acontece nessa temporada se deve ao arrependimento de Frank por não ter matado ele. Não fazia sentido para nós que ele deixasse o Billy vivo novamente.”

 

“Isso diminuiria o Frank de alguma forma, se ele não finalizasse o serviço dessa vez,” continua o produtor. “Então quando chegamos perto do final da história, porque eles têm uma grande troca de tiros nos episódios sete e oito, então tem outro confronto no episódio dez, pareceu uma maneira natural de seguir a história – e eu gosto do fato de trabalhar de forma pungente, porque eu acho que existe uma tragédia entre esses dois e eu meio que queria que parte do público torcesse por ele, ara que Frank não o matasse, que talvez mandasse ele para o hospital de novo ou esperasse ele morrer sozinho.”

O produtor também fala que daquele momento em diante, Frank abraça totalmente o manto de Justiceiro e deixa para trás sua humanidade, o que abre uma bela janela para uma possível terceira temporada, onde o personagem pode estar ainda mais brutal e implacável.

“Me pareceu que a Jornada que o Frank teve na segunda temporada, fez com que ele adotasse totalmente o manto de O Justiceiro, então quando ele chega lá é tipo, ‘Não, você precisa terminar,’ e ele atira duas vezes no Billy,” Lightfoot menciona. “Eu acho que é uma cena bem triste, eu acho que meio que indica o fato de Frank ter assumido totalmente essa personalidade de O Justiceiro e isso é quem ele será dali em diante, e que ele escolheu deixar sua humanidade para trás.”

Fique com imagens de O Justiceiro em nossa galeria:

Fonte: CB

Imagem de perfil
sobre o autor Guilherme Souza

Outra grande manchete: 'Água, molhada!'