Capa da Publicação

Nova HQ de X-Men mostra que membro da equipe tem uma filha!

Por Evandro Lira

Atenção: Alerta de Spoilers!

Uma das novas séries dos X-Men nos quadrinhos, Fallen Angels, revela que Revanche, a ninja psíquica cujo corpo foi habitado por Betsy Braddock por anos, tem um passado secreto.

Na primeira edição da série, Revanche revela que ela teve uma filha que lhe foi tomado durante seu treinamento para se tornar uma assassina – e agora essa criança foi recondicionada para se tornar uma serva da entidade conhecida como Apoth.

A tal entidade está basicamente “divulgando” sua mensagem por aí, espalhando uma nova droga chamada Overclock, que é descrito como “algo que ignora a necessidade de produtos químicos e aumenta os centros de endorfina do cérebro”, mas que é possivelmente letal e te obriga a eliminar o máximo de pessoas possível.

A HQ começa com um exemplo disso, mostrando a filha de Revanche sob a influência de Apoth e da Overclock, com um líquido preto saindo de seus olhos. Ela entra em um metrô lotado com um dispositivo preso à cabeça e provoca um acidente de trem, matando várias pessoas.

Quando Revanhce descobre que se trata de sua filha, ela imediatamente começa a investigar quem ou o quê é Apoth. A partir disso, ela vai até uma fazenda nos arredores de Tóquio, onde um grupo de crianças está preso em um celeiro. Todas elas têm o líquido preto nos olhos, os dispositivos em suas cabeças e acabam morrendo na frente da mutante. Menos uma, e a voz de Apoth começa a usar a criança para se comunicar com Revanche.

Ela imediatamente diz à entidade que ela irá localizá-la e matá-la, mas Apoth simplesmente zomba dela, e mata a última criança, deixando Revanche sem nenhuma pista.

Veja as capas dos seis títulos que irão compor a saga Dawn of X na nossa galeria:

Fonte: ComicBook

Imagem de perfil
sobre o autor Evandro Lira

Bacharel em Cinema e Audiovisual, potterhead das antiga, filho dos filhos do átomo, fã de mais coisas do que deveria, frequentemente falando sozinho no Twitter. Segue: @evandroslira