Capa da Publicação

Nova edição de Spider-Verse mostra versões bem diferentes da tia May!

Por Raphael Martins

Os quadrinhos da Marvel possuem um vasto multiverso, onde praticamente todos os personagens da editora tem versões bem diferentes das que estamos acostumados a ver. Isso fica ainda mais evidente quando falamos do Aranhaverso, que compreende apenas o Homem-Aranha e aqueles que o cercam.

Na nova edição da minissérie Spider-Verse, que está rolando atualmente nos Estados Unidos, Miles Morales viaja pelo multiverso Marvel ajudando as várias versões diferentes do Homem-Aranha a voltarem para seus respectivos universos. Em uma dessas dimensões, ele conhece uma versão bem diferente da tia May: a “Spider-Ma’am” uma brincadeira com o nome do herói, que em uma tradução livre, seria algo como “Senhora-Aranha”.

Naquele mundo, foi a tia May quem foi picada por uma aranha radioativa, e não Peter Parker, que aqui desenvolveu seu traje e os lançadores de teia. Ben Parker está vivo e bem, ajudando a esposa em sua luta contra o crime a ajudando a monitorar a cidade.

É então que surgem invasores de uma outra Terra, em uma visão que não poderia ser mais terrível. São versões malignas de Peter, Ben e da própria tia May, que aparece infectada pelo simbionte Carnificina, adotando a persona do vilão naquele mundo.

Miles ajuda a Spider-Ma’am a lutar contra suas contrapartes malignas e derrotá-los com a ajuda das outras Mays do multiverso, todas atirando suas teias em um ponto específico e ao mesmo tempo, fazendo com que os vilões voltem para o lugar de onde vieram. Mas eles não foram totalmente vencidos, e podem voltar a qualquer momento para se vingar dos heróis.

E vocês, o que acharam da “Senhora Aranha” e da “tia May Carnificina”? Comentem!

Veja imagens de Spider-Verse #2 na nossa galeria:

Fonte: CBR

Imagem de perfil
sobre o autor Raphael Martins

Redator, apresentador e roteirista. Gosto de longas caminhadas na praia, Star Wars, tokusatsu, anime e filé com batata frita. Deixo as pessoas constrangidas. Você pode trocar uma ideia comigo no Twitter: @aqueleraphael