Capa da Publicação

Monstro do Pântano – Produtor executivo fala sobre o traje da criatura e sobre o romance da série!

Por Evandro Lira

O DC Universe, serviço de streaming da DC, está pronto para lançar seu mais novo produto original, a série Monstro do Pântano. Baseado na aclamada história em quadrinhos, a série apresentará a história dos cientistas Abby e Alec, que se deparam com os mistérios de um pântano assustador, responsável pela transformação de Alec numa criatura sobrenatural. Depois de já ter sido adaptada algumas vezes ao longo das últimas décadas, a história ganhará agora uma versão pelas mãos do visionário James Wan, cineasta conhecido por filmes de terror e também pelo sucesso da Warner, Aquaman.

Agora, o produtor executivo e co-criador do programa, Mark Verheiden, que trabalha ao lado de Gary Dauberman, conversou com a Entertainment Weekly sobre alguns elementos fundamentais da série, entre eles, o figurino da criatura-título:

“Justin Raleigh, que faz muitos dos efeitos práticos para os filmes de James Wan, foi quem construiu esse traje com a contribuição de James e nossa opinião” conta Verheiden. “No começo, decidimos que não faríamos um Monstro do Pântano de CGI. Nós queríamos um cara com esse traje, para ser um humano animando esse traje. Uma grande parte do que fomos capazes de realizar foi criar um processo que Derek Mears [o ator que faz o Monstro] pudesse se dar bem, para que você pudesse sentir a humanidade deste personagem, bem como os aspectos terríveis do Monstro do Pântano.”

Para Verheiden, o traje criado para o programa foi essencial para destacar o lado emocional do personagem, algo que ele acredita que não tenha sido possível fazer nos filmes anteriores, sendo um deles inclusive dirigido por Wes Craven, um popular cineasta do gênero de horror.

“[Na série] Você sente o amor que ele sente” continua Verheiden. “E uma vez que uma parte tão grande dessa história é o romance que floresce entre Monstro do Pântano e Abby Arcane, seu amor/respeito/ interesse um pelo outro, é importante termos essa sensação conectiva no traje. Eu não tenho certeza se esse processo teria sido feito quando eles estavam fazendo as adaptações anteriores. É tão high-tech e maravilhosamente projetado. Derek o chama de ‘O Cadillac dos trajes’, ele amou.”

Mark Verheiden ainda destaca o relacionamento complicado de Abby com as duas identidades de Alec, a humana e a do Monstro do Pântano:

“Eu gosto de dizer que Abby passa a ‘gostar’ de Alec, mas ela encontra uma conexão mais profunda com o Monstro do Pântano à medida que avança. Não deixa de ser Alec Holland, mas é um Alec Holland que desenvolveu essa conexão espiritual com essa coisa que nenhum deles sabia que existia antes, que é o verde, esse mundo de plantas. O romance que floresce entre eles é também de respeito mútuo, intriga e abre mundos. Abby é uma mente científica experiente, um profissional que gosta de procurar as respostas científicas para as coisas, tal qual Alec Holland. E uma coisa que os une é que o Monstro do Pântano está conectado a todo este novo mundo de aspectos horríveis, mas também com aspectos incrivelmente bonitos. Conforme a temporada continua, isso leva a um respeito e afeto um pelo outro que talvez vá além de onde Abby estava com Alec Holland. Mas leva tempo, porque ele é um sujeito bem diferente.”

Produzida por James WanMonstro do Pântano é estrelada por Crystal Reed, Andy Bean, Derek Mears, Maria StenHenderson Wade e Adrienne Barbeau.

Confira imagens na n na nossa galeria:

Monstro do Pântano estreia em 31 de maio no DC Universe.

Imagem de perfil
sobre o autor Evandro Lira

Editor, bacharel em Cinema e Audiovisual, bruxo nascido trouxa, filho dos filhos do átomo, mestre dos quatro elementos, fã de mais coisas do que deveria, frequentemente falando sozinho no Twitter. Segue: @evandroslira