Homem-Formiga e a Vespa – Diretor fala sobre como foi trabalhar com Stan Lee!

Capa da Publicação

Homem-Formiga e a Vespa – Diretor fala sobre como foi trabalhar com Stan Lee!

Por Guilherme Souza

Stan Lee é uma lenda das histórias em quadrinhos, mas além disso, Lee se tornou uma figura pública extremamente conhecida e ficou conhecido como o representante Universal da Marvel Comics. Quando os estúdios de cinema começaram a produzir filmes baseados em super-heróis da Marvel, Lee foi convidado para fazer pequenas aparições nas produções, algo que se tornou uma tradição e que foi feito até sua morte.

Infelizmente, o quadrinista faleceu em 2018, o que significa que suas adoradas aparições não serão mais vistas nos cinemas após o lançamento de Vingadores: Ultimato, último filme em que ele gravou. Em uma recente entrevista, Peyton Reed, diretor dos dois filmes do Homem-Formiga, falou um pouco sobre sua experiência de trabalhar com Lee e como o quadrinista se preocupava com todos os detalhes dos materiais em que trabalhava.

“Finalmente poder trabalhar com ele nos filmes do Homem-Formiga foi como um sonho se realizando,” diz o cineasta. “No primeiro dia, eu na verdade tive uma ótima conversa com ele sobre as conversas que ele teve com os artistas sobre colocar algo na cena que desse uma referência na escala do Homem-Formiga. E ângulos baixos serão seus amigos e todos os tipos de regras que ele tinha em sua cabeça para dizer ao Jack Kirby ou Don Hecker ou qualquer outro artista que estivesse desenhando na época.”

Além disso, o cineasta também revela que passou por problemas similares aos que Lee enfrentou nos quadrinhos ao transmitir visualmente os poderes de miniaturização do Homem-Formiga.

“Eu disse que temos os mesmos problemas nesse filme com os efeitos visuais,” continua Reed. “Se você está fazendo um close médio no Homem-Formiga quando ele está encolhido, ele não parece estar pequeno. Ele parece normal. Então todos esses problemas que ele teve que lidar com as artes nos quadrinhos, nós tivemos que passar ao fazer o filme, mesmo que de maneira mais sofisticada.”

 

“Eu amo Stan Lee e ele foi uma grande influência para mim. Eu sentirei falta dele.”

O quadrinista certamente deixará saudades, tanto para os fãs quanto para as equipes de produções dos filmes Marvel.

Fique com imagens de Capitã Marvel, próximo lançamento da Marvel Studios:

Fonte: CB

Imagem de perfil
sobre o autor Guilherme Souza

Outra grande manchete: 'Água, molhada!'