Capa da Publicação

Henry Cavill pediu para que Geralt usasse mais magia em The Witcher

Por Raphael Martins

A tão esperada adaptação da Netflix de The Witcher finalmente chegou à plataforma na semana passada, sendo recebida calorosamente pelo público e pela crítica, que no geral aprovou a produção.

Na série, vemos as aventuras de Geralt de Rívia (Henry Cavill), o “bruxo” do título, que usa de suas habilidades de luta, mutações e magia para matar criaturas monstruosas em troca de dinheiro.

A magia, aliás, é um dos pontos fortes da história, mas se não fosse pelo próprio Cavill, ela poderia ter sido muito menos mostrada. Em uma entrevista para a revista britânica GQ Magazine, o ator disse que a inclusão de mais magia foi um pedido pessoal dele:

“Eu realmente queria colocar aquilo lá, porque para mim o público precisa saber que ele [Geralt] pode fazer essas coisas. Era importante para mim, porque é uma parte importante de ser um bruxo.”

Nos games e nos livros, os bruxos podem conjurar sinais mágicos para conseguir os mais variados efeitos. Igni, por exemplo, pode conjurar fogo, enquanto Aard pode empurrar adversários e objetos para longe.

Veja também:

Na galeria abaixo, fique com cartazes da série:

Imagem de perfil
sobre o autor Raphael Martins

Redator, apresentador e roteirista. Gosto de longas caminhadas na praia, Star Wars, tokusatsu, anime e filé com batata frita. Deixo as pessoas constrangidas. Você pode trocar uma ideia comigo no Twitter: @aqueleraphael