Brasil pode finalmente conceder a aprovação para o acordo entre Disney e Fox!

Capa da Publicação

Brasil pode finalmente conceder a aprovação para o acordo entre Disney e Fox!

Por Guilherme Souza

A compra de grande parte das propriedades da 21st Century Fox pela Disney está próxima de ser concretizada, contudo, um dos motivos pelos quais o negócio ainda não foi fechado por complete se deve à análise do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE), órgão público brasileiro que ainda não concedeu sua aprovação para a compra, mas ao que parece, está próximo de conceder a aprovação para a Disney.

Em meados de dezembro, surgiram informações de que CADE estava analisando a transação minuciosamente, por acreditar que ela oferecia risco de monopólio voltado ao mercado televisivo focado em esportes. Além de ser dona da ESPN, caso o negócio com a Fox seja concretizado, a Disney também terá controle de canais esportivos locais que pertencem à Fox, o que pode indicar um aumento de controle no setor, oferecendo concorrência desleal para outras emissoras do mesmo segmento.

Segundo informações da Bloomberg, a Fox e a Disney se encontraram com o CADE em dezembro e discutiram medidas de evitar que os canais esportivos afetem a negociação, inclusive cogitando a possibilidade de venderem tais canais para a New Fox, empresa que surgirá com a venda das propriedades da Fox.

A New Fox manterá o controle dos principais canais esportivos da Fox, bem como os canais de notícias. A notícia da Bloomberg também afirma que o parecer positivo do CADE pode ser emitido em 30 de janeiro, período em que os funcionários do órgão retornam ao trabalho após o recesso de fim de ano. Considerando que a aprovação brasileira é um dos últimos requisitos para a concretização do negócio, o anúncio oficial da fusão deve ser feito logo em seguida.

Fique com imagens de X-Men: Fênix Negra, próximo filme da Marvel produzido pela Fox:

Fonte: CB

Imagem de perfil
sobre o autor Guilherme Souza

Outra grande manchete: 'Água, molhada!'