Vingadores: Guerra Infinita – Roteirista fala sobre como Thanos coletará as Joias do Infinito!

Capa da Publicação

Vingadores: Guerra Infinita – Roteirista fala sobre como Thanos coletará as Joias do Infinito!

Por Felipe Vinha

Em Vingadores: Guerra Infinita temos Thanos atrás das Joias do Infinito, objetos de incrível poder que, juntos, vão eliminar metade dos seres vivos de todo o universo, conforme o desejo do Titã Louco. Contudo, a tarefa não será fácil, já que os heróis da Terra tentarão deter o vilão a todo o custo, por mais que a missão seja quase impossível.

De acordo com o roteirista Stephen McFeely, em entrevista ao site Screen Rant, ao coletar uma Joia, Thanos deixará uma marca, e ela não será bonita. Não será algo simples e terá consequências graves ao longo do filme. Não sabemos ainda se o Titã conseguirá todas as Joias nem como, nem quando. Mas, de fato, serão situações difíceis.

“As Joias ainda estão espalhadas. Este é um dos nossos trabalhos, somos os caras da estrutura. Se você voltar e olhar para Soldado Invernal e Guerra Civil em particular, eles são, goste você ou não, muito bem estruturados. Grandes escolhas foram feitas. Tivemos de fazer o mesmo aqui. Temos seis objetos de grande poder e que fazem o roteiro andar. Pode ser imparável se feito da maneira certa.

Isso significa que, toda vez que você coleta uma Joia do Infinito – eu não vou entrar nos méritos do roteiro -, mas toda vez que você coleta uma, não pode ser apenas um risco em uma lista. Tem que ser algo significativo para um personagem. Vai mover a história adiante, mas também terá custos e riscos literais ao mesmo tempo. Não é como se fosse uma simples compra. Eu acho que conseguimos fazer isso e, cara, teremos uma certa emoção forte em cada um desses momentos, da forma que pudermos.”

Pelo visto, Guerra Infinita será mesmo cheio de emoções. Como está a ansiedade?

Abaixo, veja algumas capas da revista Empire para o filme:

Vingadores: Guerra Infinita já está em cartaz nos cinemas.

Imagem de perfil
sobre o autor Felipe Vinha

Já tentei salvar o mundo de uma invasão alienígena, mas hoje me contento em ser jornalista. Gosto de quadrinhos e suas adaptações na TV ou cinema, animes, tokusatsu, games (de luta principalmente) e tecnologia. Vamos trocar uma ideia no Twitter @felipevinha