Vingadores: Guerra Infinita – Robert Downey Jr. fala sobre o relacionamento entre o Homem de Ferro e o Capitão América!

Capa da Publicação

Vingadores: Guerra Infinita – Robert Downey Jr. fala sobre o relacionamento entre o Homem de Ferro e o Capitão América!

Por Guilherme Souza

Vingadores: Guerra Infinita trará a resolução de muitas questões deixadas em aberto pelos filmes anteriores da Marvel Studios.

A chegada de Thanos fará com que os Vingadores tenham de se unir novamente para um bem maior, mas parece que ainda existem mágoas entre Tony Stark e Steve Rogers.

Em uma recente entrevista, Robert Downey Jr., o Homem de Ferro, falou um pouco sobre as decisões que terá de tomar para seu personagem no futuro e sobre o relacionamento entre Stark e Rogers depois dos eventos de Capitão América: Guerra Civil.

Ao ser questionado sobre o momento em que tudo chegar ao fim, Downey respondeu: “Quer saber, aprendi muito com minha mãe. Você sabe como vai acabar até que aconteça. Isso te dá muita vantagem. Ela aprendeu como isso funcionava, ‘Você não vai saber até que esteja lá, então você está gastando tempo demais nessa equação. Isso não está no teste.'” Então ele não se decidiu ainda se irá continuar ou não.

 

Entretanto, parece que ele está ansioso para o que está por vir. “Eu poderia projetar todo o tipo de coisa.Eu poderia ficar raivoso. O que você quiser. Ou eu poderia ficar aguardando pelo momento em que eu teria de ser carregado. Estou olhando para o futuro para quaisquer soluções que apareçam.”

 

Sobre onde encontraremos o Homem de Ferro quando Vingadores: Guerra Infinita começar, Downey fala que Tony ainda está lutando para superar sua rixa com Steve Rogers, que iniciou em Guerra Civil, quando Tony soube que o Soldado Invernal matou seus pais. “Para mim, a grande questão é se ele deveria ter pego em sã consciência aquele telefone que o Capitão enviou a ele no final de Guerra Civil. É realmente isso. Eu volto a pensar em Obadiah e na decepção, e é um daqueles motivos pelo quais Steve Perry nunca voltou para a banda Journey.” 

 

“Eu não sei,” responde o ator ao ser questionado sobre se o Capitão América e o Homem de Ferro passarão a maior parte do longa separados. “Eu sinto que meu instinto seria despedaçar o maxilar dele. Tudo o que eu sei é que existe algo sobre estar na frente das câmeras com o Evans. Eu odeio dizer isso, mas eu não sei o que eu farei quando ele não for mais o Capitão. Eu olho pra ele e penso que essa é a mais verdadeira e mais profunda psicologia moral que eu já vi, e então eles gritam, ‘Corta!’ e o Chris [Evans] fica tipo, ‘Hey amigo, estou indo embora.’ E eu fico, ‘Quer sair pra jantar?’ ‘Não.’ ‘Certo! Te amo! Te amo Cap, quero dizer, Chris!’”

Veja imagens de Vingadores: Guerra Infinita em nossa galeria:

Vingadores: Guerra Infinita já está em cartaz nos cinemas.

Fonte: CBM

Imagem de perfil
sobre o autor Guilherme Souza

Outra grande manchete: 'Água, molhada!'