Vingadores: Guerra Infinita – James Gunn desbanca rumor sobre a Joia da Alma!

Capa da Publicação

Vingadores: Guerra Infinita – James Gunn desbanca rumor sobre a Joia da Alma!

Por Felipe Vinha

Faltam poucos dias para vermos Vingadores: Guerra Infinita nos cinemas e descobrir, enfim, onde está a Joia da Alma, que deve completar a Manopla de Thanos. Ou será que não? Muitos rumores surgiram, outros ainda estão sem resposta, mas o diretor James Gunn, de Guardiões da Galáxia, tem algo a dizer sobre um rumor específico.

No Twitter, o diretor respondeu a um usuário que levantava a hipótese de que a Joia da Alma está com Adam Warlock. Apesar de ainda não ter sido introduzido no Universo Cinematográfico da Marvel, vemos o casulo do ser cósmico em Guardiões da Galáxia Vol. 2, bem como uma menção ao seu nome.

Nos quadrinhos, aliás, a Joia da Alma é um artefato que está ligado à própria história de Adam Warlock, principalmente durante a saga Desafio do Infinito. Contudo, Gunn foi direto em sua resposta:

“Tenho 99% de certeza que a Joia da Alma está com ele. Os Vingadores só precisam de algumas baterias “harbulary” para chegar até ele”, comentou o usuário Leo Rabelo, anexando uma imagem de Adam Warlock e ainda fazendo referência a um dos itens visto em Guardiões Vol. 2, enquanto marcou as contas de James Gunn e dos irmãos Russo, que dirigem Guerra Infinita.

No que o diretor respondeu: “Então você está 99% errado! Desculpa!”.

Veja a interação original, abaixo:

Não foi desta vez, Leo. Nem para você, nem para nós, já que a teoria de que a Joia do Infinito está com Adam Warlock nem é tão absurda assim e meio que todo mundo já chegou a pensar a respeito disso.

Veja a galeria do filme, a seguir:

Vingadores: Guerra Infinita já está em cartaz nos cinemas.

Imagem de perfil
sobre o autor Felipe Vinha

Já tentei salvar o mundo de uma invasão alienígena, mas hoje me contento em ser jornalista. Gosto de quadrinhos e suas adaptações na TV ou cinema, animes, tokusatsu, games (de luta principalmente) e tecnologia. Vamos trocar uma ideia no Twitter @felipevinha