Titãs – Ator cita “Vingadores: Guerra Infinita” ao falar sobre a série!

Capa da Publicação

Titãs – Ator cita “Vingadores: Guerra Infinita” ao falar sobre a série!

Por Gus Fiaux

Titãs está mandando muito bem em sua primeira temporada, contrariando vários fãs que tinham uma boa quantia de ideias contrárias à série graças aos seus trailers e imagens de bastidores. No entanto, ainda trata-se de uma série controversa, por pegar personagens como os Jovens Titãs e incorporá-los em uma adaptação adulta e sombria, com direito a muita violência.

Recentemente, o ator Alan Ritchson, que interpreta o Rapina da série, fez um comentário bem polêmico, em entrevista ao CBR, ao dizer que a série, dentro do que se propõe, é bem melhor do que Vingadores: Guerra Infinita, por oferecer uma retratação mais humanizada dos super-heróis:

“Eu acho que estou apenas animado que os fãs estejam tendo um vislumbre cru e humano sobre super-heróis. Eu acho que, para mim, a razão pela qual eu não vou ver filmes como ‘Guerra Infinita’ ou seja lá quais são é porque não há risco. Todo mundo parece invencível o tempo todo.”

Ele continuou comentando, falando sobre sua primeira experiência no set de filmagens, onde ele não sabia ao certo como interpretar o herói – e precisou pedir ajuda ao diretor Brad Anderson:

“Sabe, eu interpreto um herói sem nenhum super-poder. O quão ótimo é isso? Eu ainda lembro do primeiro episódio que eu gravei, o segundo da temporada. Eu e o diretor, Brad Anderson, estávamos no set e era a primeira vez que estávamos gravando uma cena, onde eu estava usando o traje e lutando, daí eu entrei com uma entrada dramática.”

Ele disse que, da primeira vez que foi gravar, não sabia ao certo quais eram os poderes de seu personagem, o que fez com que ele perguntasse isso para Brad Anderson. Em resposta, o diretor do episódio disse apenas: “Boa pergunta. Vamos seguir a ideia de que você não tem super-poderes.” Por fim, Ritchson complementou:

“Então daí em diante, eu interpretei o cara como se ele não tivesse super-poderes, sabe? Você se machuca nessas lutas. E eu acho isso realmente legal! Quem mais explorou isso? Para mim, é uma questão de humanidade. Digo, esse cara sofre muita dor. Ele máscara isso com remédios e dependência. Eu e muitos outros podemos nos identificar com esse tipo de conflito humano, e é algo que eu estou muito interessado em explorar.”

Apesar da comparação envolvendo Guerra Infinita ser polêmica, Ritchson tem lá sua gama de acertos ao dizer que Titãs é uma série bem pé-no-chão, que trabalha super-heróis como criaturas falhas e que sofrem. O mais perto que já tivemos disso até então foram séries como DemolidorJessica Jones, no Universo Cinematográfico da Marvel. 

Abaixo, fique com imagens de um dos próximos episódios da série, que vai nos apresentar a Patrulha do Destino:

Titãs vai ao ar todas as sextas-feiras, no DC Universe.

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux