Capa da Publicação

Pantera Negra – Diretor diz que importante série de filmes inspirou a nova aventura da Marvel!

Por Felipe Vinha

Pantera Negra, novo filme da Marvel, tem diversos elementos para fazer sucesso nos cinemas, quando estrear no próximo mês. Astros do elenco e também membros da direção já deram declarações sobre suas qualidades e expectativas. Mas Ryan Coogler, diretor da produção, resolveu falar sobre suas inspirações.

Falando ao site Fandango, Coogler revelou um pouco mais sobre o enredo e sobre o que os fãs podem esperar, mas também sobre elementos em comum com outros longa-metragens:

“Eu acho que temos muitos elementos. Tem um pouco de espionagem, um pouco de drama familiar. Envolve T’Challa trabalhando com sua família, então acho que há um elemento de apelo afamiliar. Ele trabalha com sua irmã, com sua mãe. Ele lida com a perda do pai, de maneira similar que outros filmes lidam com realeza. Você têm o elemento familiar e também o lado político. Funciona ainda como um drama policial.”

Quando questionado sobre qual filme pode ter inspirado sua direção de Pantera Negra, Coogler foi categórico: “Definitivamente, James Bond”. “Eu acho que é similar a Capitão América: Soldado Invernal. Fomos influenciados por filmes dos anos 70, por ficção criminal”, complementou. Mas o diretor esclarece ainda que não é qualquer James Bond, e sim os mais clássicos.

“Vemos muita coisa e também vimos muitos filmes de James Bond, mas não os mais novos. Eu queria assistir os que foram feitos nos anos 60 e 70. Vi Goldfinger pela primeira vez e notei como James Bond era interessante.”

Será que teremos alguma homenagem ao 007 ou referência nas cenas de Pantera Negra?

Veja também a nossa galeria sobre o filme:

Pantera Negra está em cartaz nos cinemas!

Imagem de perfil
sobre o autor Felipe Vinha

Já tentei salvar o mundo de uma invasão alienígena, mas hoje me contento em ser jornalista. Gosto de quadrinhos e suas adaptações na TV ou cinema, animes, tokusatsu, games (de luta principalmente) e tecnologia. Vamos trocar uma ideia no Twitter @felipevinha