Capa da Publicação

Liga da Justiça – Protesto por versão de Zack Snyder reúne 13 pessoas na porta da Warner!

Por Felipe Vinha

Liga da Justiça continua com suas poucas polêmicas, após seguir o fim de sua exibição nos cinemas e preparação para as edições em Blu-ray e DVD. Entre uma novidade ou outra que pinta pela web, tivemos ainda o protesto organizado por fãs, como noticiado na última semana.

A manifestação pacífica é em prol da versão de Zack Snyder do filme, que supostamente tem cerca de 40 minutos adicionais e diversas modificações na história, como mais destaque para o Cyborg e até mesmo Lanternas Verdes adicionais. Ainda segundo os rumores, os cortes foram promovidos pela Warner e pela direção de Joss Whedon, que assumiu o longa-metragem após Snyder se afastar, por motivos familiares.

O protesto em si foi organizado pela YouTuber Itzmoe, que convocou os fãs em seu canal e também por meio de um comunicado à imprensa. O comunicado dizia que Itzmoe levaria uma placa com os dizeres “#ReleaseTheSnyderCut”, que em tradução livre significa “Lancem a versão de Snyder”. Tudo na porta do estúdio da Warner em Burbank, Califórnia, EUA.

A manifestação ocorreu no último sábado, dia 6 de janeiro. Pela foto, ela parece ter reunido apenas 13 pessoas. Veja o post de Itzmoe, a seguir, com a imagem registrada:

A organizadora chegou a caçoar das notícias sobre o protesto, em seu post, escrevendo: “Olha só esse protesto barulhento e doido! Pois é, alguns YouTubers e a mídia noticiaram informação imprecisa, nós íamos apenas bater uma foto. Obrigada ao Leo e a todo mundo que compareceu!”.

Parece que não foi desta vez, fãs de Zack Snyder.

Você pode conferir as novas imagens dos bastidores e artes conceituais de Liga da Justiça na galeria abaixo:

Fonte: Comic Book

Imagem de perfil
sobre o autor Felipe Vinha

Já tentei salvar o mundo de uma invasão alienígena, mas hoje me contento em ser jornalista. Gosto de quadrinhos e suas adaptações na TV ou cinema, animes, tokusatsu, games (de luta principalmente) e tecnologia. Vamos trocar uma ideia no Twitter @felipevinha