Capa da Publicação

James Gunn, diretor de Guardiões da Galáxia, responde comentários de Jodie Foster sobre os filmes de heróis!

Por Guilherme Souza

Recentemente, a atriz Jodie Foster, consagrada por suas atuações em Silêncio dos Inocentes e O Quarto do Pânico, causou polêmica ao declarar que filmes de alto orçamento estão arruinando a maneira com que o público consome cinema, e ressaltou os filmes de super-heróis.

Agora, foi a vez de James Gunn, diretor de Guardiões da Galáxia, rebater as críticas de Foster, e passar sua visão sobre o filmes do gênero. Gunn foi muito educado (como sempre) ao expressar sua opinião, e demonstrou grande respeito pela opinião da atriz.

“Eu acho que Foster olha para os filmes de uma maneira antiquada, onde os filmes de espetáculo não podem ser provocativos. Na maioria das vezes é verdade, mas nem sempre. Sua crença é muito comum e não é feita sem uma base. Eu digo que não é sem base porque a grande maioria das franquias de estúdios são sem alma – e esse é um perigo real para o futuro dos filmes. Mas existem exceções.

 

Para que o cinema sobreviva eu acredito que os filmes de espetáculo PRECISAM ter uma visão e coração, coisa que eles tradicionalmente não têm. E alguns de nós estamos fazendo nosso melhor para seguir nessa direção. Criar filmes de espetáculo que são inovadores, humanos, e que te façam pensar é o que mais me anima neste trabalho.

 

Mas para ser honesto, ao menos em relação aos comentários de Foster, ela parece ver a direção como algo que é em primeiro lugar, relacionado ao seu crescimento pessoal. Para mim, isso pode ser parte do porque faço parte disso, mas gastar milhões de dólares em um filme tem que ser mais do que isso – é comunicação – então a minha experiência é meramente uma voz nessa conversa. Mas eu respeito Foster e o que ela fez pelos filmes e aprecio sua sua visão diferenciada sobre o panorama de Hollywood.”

O cinema atinge diversas faixas de público, logo, ele precisa ser algo democrático, da mesma maneira que o público de massa merece entretenimento, as produções filosóficas, artísticas e independentes não devem ser deixadas de lado em prol do lucro financeiro.

Veja imagens de Guardiões da Galáxia em nossa galeria:

Fonte: CBM

Imagem de perfil
sobre o autor Guilherme Souza

Outra grande manchete: 'Água, molhada!'